Brinquedos

Bonecos de papel machê e plantas ornamentais fazem parte da produção dos sem-terra

Produtos feitos em acampamentos e assentamentos estão à venda da 3ª Feira Nacional da Reforma Agrária

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça o áudio:

A bonequeira Ana Paixão veio do Rio Grande do Norte apresentar o trabalho dela / Kelito Trindade/MST

No Assentamento Florestan Fernandes, em Alagoas, o plantio de mudas faz parte do processo pedagógico das crianças que vivem no local. 


“Aí a gente pega as crianças que estão no intervalo da escola e leva elas para a aula teórica e prática. A gente ensina todos os cuidados, desde o plantio, a seleção, que é um trabalho que não inclui veneno nas mudas e no preparo da terra. As crianças aprendem e ensinam os pais como se tratar da planta” , disse Edilson Mendes, técnico em Agropecuária do MST, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra .

O grupo alagoano trouxe diversas dessas mudas para a terceira edição da Feira Nacional da Reforma Agrária, realizada no Parque da Água Branca, zona oeste de São Paulo.

"Trouxemos vários tipos de mudas, ornamentais, medicinais e nativas como o Pau Brasil, tudo com preço acessível: R$ 20, R$ 10” 


Além de plantas, a Feira conta com mais de 1.200 outros produtos de várias regiões do país. A bonequeira Ana Paixão veio do Rio Grande do Norte apresentar o trabalho dela. 



“Eu Sou bonequeira então faço bonecos de papel machê e arame. Então tenho personagens como Paulo Freire, Lula, Frida, alguns do próprio MST. São Personagens da cultura brasileira”, disse Ana Paixão.



Durante 4 dias, os visitantes vão poder conhecer melhor o trabalho e a história de vida dessas pessoas que tiram o sustento do trabalho manual em convergência com o meio ambiente. 



A 3ª edição da Feira Nacional da Reforma Agrária começa nesta quinta feira e vai até domingo, dia 6 de maio. O endereço é Avenida Francisco Matarazzo, 455, próximo ao metrô Barra Funda.



Quem não more em São Paulo, pode acessar a página do MST na internet e se informar sobre a Feira da Reforma Agrária mais próxima do seu estado.


Edição: Juca Guimarães