Carta a Gleisi

Lula: "sou candidato até que a verdade apareça"

Em mensagem à presidenta do PT, ex-presidente reafirma que não há "plano B" a sua candidatura

Lea en español | English version | Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Lula é carregado pelo povo em São Bernardo, no dia em que se apresentou à Polícia Federal para ser preso / Foto: Francisco Proner

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, detido há um mês na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, enviou carta à presidenta do PT, Gleisi Hoffman, nesta quarta-feira (9).

Na mensagem, Lula reafirma que é o candidato do Partido dos Trabalhadores para as eleições presidenciais previstas para este ano, e que continuará sendo candidato até que as acusações contra si sejam esclarecidas.

"Os meus acusadores sabem que sou inocente. Procuradores, juiz,TRF-4, eu sou inocente. Os meus advogados sabem que eu sou inocente. A maioria do povo sabe que eu sou inocente. Se eu aceitar a ideia de não ser candidato, estarei assumindo que cometi um crime. Não cometi nenhum crime", diz Lula.

Confira a íntegra do texto: 

Querida Gleisi,

Estou acompanhando na imprensa o debate da minha candidatura, ou Plano B ou apoiar outro candidato.

Sei quanto você está sendo atacada. Por isso resolvi dar uma declaração sobre o assunto.

Quem quer que eu não seja candidato eu sei, inclusive, as razões políticas, pois são concorrentes. Outros acham que fui condenado em 2a. instância, então sou culpado e estou no limbo da Lei da Ficha Suja.

Os meus acusadores sabem que sou inocente. Procuradores, juiz,TRF-4, eu sou inocente. Os meus advogados sabem que eu sou inocente. A maioria do povo sabe que eu sou inocente.

Se eu aceitar a ideia de não ser candidato, estarei assumindo que cometi um crime.

Não cometi nenhum crime.

Por isso sou candidato até que a verdade apareça e que a mídia, juízes e procuradores mostrem o crime que cometi ou parem de mentir.

O povo merece respeito. O povo tem que ter seus direitos e uma vida digna. Por isso queremos uma sociedade sem privilégios para ninguém, mas com direitos para todos.

Lula

Pêsames

Além da carta a Gleisi, Lula enviou mensagem também à família do jurista e ex-ministro do Supremo Tribunal Federal José Gerardo Grossi. "É com muito pesar que recebo a notícia de seu falecimento, depois de lutar com todas as forças e nos dar o exemplo de sua imensa alegria de viver. De onde estou, envio meu abraço solidário a toda a família", escreveu o ex-presidente.

 

Edição: Diego Sartorato