Representatividade

Globo terá que adequar elenco da novela Segundo Sol

O Ministério Público do Trabalho solicitou que 14 medidas sejam adotadas, pois só 3 atores do elenco são negros

Ouça o áudio:

A novela que será gravada em Salvador, na Bahia, é composta por elenco majoritariamente branco / Divulgação

O Ministério Público do Trabalho recomendou que a TV Globo adote 14 medidas de adequação por causa da falta de representatividade das pessoas negras na novela Segundo Sol, ambientada em Salvador, na Bahia.

A emissora tem sofrido críticas nas redes sociais porque, apesar de a história se passar no estado brasileiro com maior percentual de população negra ou parda declarada, de acordo com o IBGE, apenas três atores negros estariam no elenco.

A procuradora Valdirene Silva, Coordenadora Nacional de Combate à Discriminação no Trabalho do MPT, comenta a legislação sobre isso.

Sonora: “Nós temos dispositivos constitucionais, normas de âmbito internacional, Estatuto da Igualdade Racial, legislações específicas do estado do Rio e da Bahia que vedam a discriminação racial. Esse conjunto indica que estamos diante de uma situação vista como discriminatória.”

A TV Globo não confirma se já foi notificada. A emissora, em nota, afirma que está atenta, ouvindo e acompanhando os comentários nas redes sociais e reconhece que ainda tem uma representatividade menor do que gostaria. A Globo disse ainda que vai trabalhar para evoluir com essa questão.

A notificação é assinada pelos seis procuradores membros do grupo de trabalho do MPT de combate à discriminação, iniciado no ano passado.Valdirene Silva explica que esta é a primeira atuação do grupo e comenta o que pode ocorrer.

Sonora: “À medida que a gente faz uma recomendação, a gente espera que a empresa compreenda, reveja sua postura e que, espontaneamente, corrija o que está contrária às disposições constitucionais legais. Não sendo esse o posicionamento, aí o Ministério Público atua com a lei.”

A novela está marcada para estrear no próximo dia 14.

Edição: Redação EBC