Soberania

Petroleiros fazem ato nacional em defesa da Petrobras

Protesto em Araucária (PR) denuncia o entreguismo na maior estatal do país

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Petroleiros fecharam estradas para protestar contra os ataques do governo contra a Petrobras / FUP

 A Federação Única dos Petroleiros faz um grande ato nacional de mobilização em defesa da Petrobras, a principal empresa estatal do Brasil. Os trabalhadores, no Paraná, bloquearam as entradas de acesso para a Refinaria Getuĺio Vargas, também chamada de  Repar (refinaria do Paraná) e a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Petrobras (Fafen), em Araucária.

O protesto começou bem no início da manhã. A refinaria Getúlio Vargas tem capacidade para processar 33 mil m³ de petróleo por dia.  Já o complexo de produção de fertilizantes tem tem capacidade de produção de 700 mil toneladas de uréia e 475 mil toneladas de amônia por ano.

De acordo com a FUP, o governo golpista do Michel Temer (MDB) trabalha incansavelmente para desvalorizar e inviabilizar a Petrobras com o objetivo de privatizar a empresa. No último ano, por exemplo, o governo autorizou 230 aumentos nos preços dos combustíveis, que foram indexados ao dólar.

Os petroleiros também protestam contra os planos de privatização das refinarias, entre elas a Repar, onde já se nota a precarização nas relações de trabalho com os terceirizados ganhando menos e trabalhando mais. 

Confira a transmissão do ato em Curitiba.

 

Edição: Juca Guimarães