AGROECOLOGIA

Feira em Campina Grande chamará a atenção para alimentação saudável

Feirantes de cerca de 15 municípios estarão vendendo produtos livres de agrotóxicos

Cmpina Grande

,
Feirantes da EcoBorema / Foto: Euzelir Fidélis

No dia 13 de dezembro, quinta-feira, das 7h às 12h, a “Feira Regional de produtos Agroecológicos Natal sem Veneno” será realizada na Praça da Bandeira, Centro de Campina Grande-PB. A iniciativa é da Articulação Paraibana de Agroecologia – ARPA, uma rede de movimentos de promoção da agroecologia do estado no campo e nas cidades.

O objetivo da Feira é oferecer aos consumidores de Campina Grande produtos vindos da agricultura familiar da região, totalmente livres de agrotóxicos, adubos químicos e transgênicos, além de propor um diálogo com a sociedade sobre a qualidade da alimentação consumida pelas cidades, principalmente nas suas compras de fim de ano, para a tradicional ceia natalina.

Serão montadas no espaço da Praça, 20 barracas, onde feirantes de pelo menos 15 municípios das microrregiões da Borborema, Cariri, Seridó e Agreste estarão comercializando produtos e expondo experiências. Com uma programação que combina saberes e sabores, a feira vai oferecer aos visitantes e consumidores, apresentações culturais, degustações e distribuição de materiais informativos sobre a temática da alimentação saudável, das plantas medicinais, etc.

A Articulação Paraibana de Agroecologia – ARPA, nasceu em maio de 2018, nos momentos de preparação da Paraíba para o IV Encontro Nacional de Agroecologia, que aconteceu em Belo Horizonte-MG e reuniu mais de duas mil pessoas de redes, coletivos e entidades de promoção da agroecologia. A articulação surge como uma soma de esforços para fortalecimento da agroecologia no campo e na cidade.

A ARPA é formada pelas seguintes instituições, movimentos e redes: Articulação do Semiárido Paraibano – ASA Paraíba; Comissão Pastoral da Terra – CPT; Rede de Educação do Semiárido Brasileiro (Resab); Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST; Marcha Mundial de Mulheres – MMM; Rede de Educação Cidadã – Recid; Pastoral da Juventude Rural – PJR; Rede de Núcleo de Agroecologia da Paraíba.

Edição: Bianca Liège