Processo

Relator entrega voto favorável à cassação de Cunha

Marcos Rogério (DEM-RO) entregou o relatório nesta terça-feira (31)

Brasil de Fato

,
O provável mérito do voto é que Cunha mentiu à CPI da Petrobrás, sobre ter contas no exterior. / Marcelo Camargo/Agência Brasil

O deputado Marcos Rogério (DEM-RO), relator do processo de cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) entregou, nesta terça-feira (31), o seu relatório ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. No documento, o parlamentar posicionou-se favorável à cassação do presidente afastado da Casa.

O voto do relator ficará lacrado até a sessão que julgará o caso, que deve ser marcada para esta semana, mas o provável mérito é que Cunha mentiu à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras sobre ter contas no exterior. O documento foi recebido pelo presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PR-BA).

A votação no Conselho deve acontecer ainda na primeira quinzena de junho. Se aprovada, a votação segue para o plenário Câmara. Cunha perderá o mandato caso a maioria simples (metade mais um voto) vote a favor da cassação.

Edição: Simone Freire