Rádio

Ouça o Programa Brasil de Fato Edição Minas Gerais 24/03/2018

Mulheres Sem Terra ocupam sede da Nestlé para denunciar uso comercial da água e privatização do setor

Belo Horizonte

,

Ouça a matéria:

Em assembleia trabalhadores da educação decidem manter greve, deflagrada no dia 08 de março / Lidyane Ponciano - CUT MG

Neste edição você confere a cobertura sobre os protestos pela água, liderados por mulheres sem terra em todo país. Série de manifestações completam a jornada de luta das mulheres que começou em 8 de março. A denúncia foi contra a exploração comercial da água e a negociação da privatização dos recursos hídricos, articuladas pelo governo golpista de Michel Temer durante o  Fórum Mundial da Água.

Em Minas Gerais elas ocuparam a sede da Nestlé, em São Lourenço no sul do estado. Ao retornarem do ato, as trabalhadoras sofreram represália e ataques da polícia militar que atirou contra as manifestantes com bala de borracha.

Em Assembleia trabalhadores da educação da rede estadual de Minas Gerais votam pela continuidade da greve dos profissionais. Paralisação segue com 40% de adesão. 

Nesta edição você também conhece um pouco mais sobre o Projeto de Lei quer garantir moradia para vítimas de violência. Proposta de vereadoras de BH inclui mulheres em situação de violência como prioridade em programa de assentamento urbano.

E por falar em mulheres…. até hoje elas também enfrentam barreiras no mercado de trabalho. E na música este cenário não é diferente. Mas mulheres musicistas rompem o machismo e se destacam na produção autoral.

Nesta semana o assassinato da vereadora Marielle Franco e de Anderson Gomes, completou 7 dias. Por todo país diversos atos marcaram o luto pela execução de Marielle. Na mídia, o assunto repercutiu por toda semana, inclusive nos horários nobres da programação. Mas o que será que está por trás dessa cobertura? Quem comenta é o nosso colunista, Felipe Marcelino com o quadro Bafafá. 

O Brasil de Fato entrevistou um dos fundadores da Autêntica Favela FM, Misael Avelino. Na conversa você vai conhecer um pouco mais sobre como surgiu a rádio que há 4 décadas resiste no ar, falando de favela pra favela.

E por falar em mídia, sucesso nos cinemas o longa Pantera Negra evidencia aspectos do povo negro que geralmente não são mostrados. Na telona, negras e negros são protagonistas da trama. O filme também mostra o que a África poderia ter sido se não tivesse ocorrido a colonização do continente.

Quem aí acredita que a lua pode influenciar a natureza e também dos seres humanos? Tem gente que acredita e outros duvidam e muito que essa lógica de seguir as fases da lua funcione de fato. O que será que o professor Renan Santos têm a dizer sobre o caso? Bora saber? Confira no quadro Com Ciência!

Edição: Minas Gerais