Fake news

TSE retira do ar 35 mentiras denunciadas pelo "Zap do Lula"

Plataforma da campanha petista pede a eleitores que denunciem "fake news"

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Whatsapp é principal meio de distribuição de notícias falsas pela internet / Foto: montagem

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou, na noite deste sábado (6), que sejam retiradas de uma só vez 35 notícias falsas que circulam nas redes sociais. A decisão, inédita, é fruto da mobilização de milhares de pessoas que denunciaram mais de 15 mil mensagens de diversos tipos à plataforma Zap do Lula, montada pela campanha petista.

Esse material foi reunido em 92 páginas e entregue pelo departamento jurídico da coligação “O povo feliz de novo” à Justiça Eleitoral no último dia 4.

As páginas retiradas do ar pelo Poder Judiciário traziam mentiras consideradas "extremamente graves" pela campanha petista, e comprovam a que o expediente das fake news tem sido muito utilizado nesta campanha eleitoral. "Muitas dessas notícias beiram a barbárie, envolvendo a exploração e afrontando a liberdade de crianças, a liberdade religiosa e, principalmente, os limites da liberdade de expressão", afirmou a campanha de Haddad, por meio de seu site.

O "Zap do Lula" pode ser acessado pelo número (11) 997 402 8726, e serve para o recebimento de denúncias de notícias falsas com o objetivo de influenciar os eleitores contra o PT.  A equipe responsável pela rede promete fazer plantão durante o final de semana das eleições para combater boatos e mentiras.

Edição: Diego Sartorato