Redes sociais

Joaquim Barbosa acusa Bolsonaro de “manipular” os fatos no caso Mensalão

Em sua conta no Twitter, ex-presidente do Supremo afirmou que presidenciável fez declaração falsa

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Barbosa diz que a manipulação foi feita ao longo de "triste campanha eleitoral" / STF divulgação

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e ex-relator do caso Mensalão, Joaquim Barbosa, declarou apoio a Fernando Haddad (PT) na véspera do segundo turno da eleição e voltou às redes sociais para "desmascarar" Jair Bolsonaro (PSL).

Ontem (27) à tarde, o candidato da extrema direita divulgou um vídeo insinuando que Barbosa havia declarado que ele não estaria envolvido no Mensalão. 

"Já está na história que ele [Barbosa] mesmo disse que só Bolsonaro não foi comprado pelo PT no esquema de corrupção conhecido como Mensalão, que feria gravemente a democracia do nosso país anulando o Poder Legislativo", escreveu o candidato do PSL.

Joaquim Barbosa usou novamente o Twitter e fez questão de explicar que Bolsonaro mentiu. O ex-presidente do STF fez quatro novas publicações em seu Twitter e chamou de "manipulação" a resposta do capitão reformado, que concorre à Presidência.

 

Na sequência, o jurista negou ter emitido qualquer opinião a respeito da Ação Penal 470 e classificou de "falso" o que o candidato do PSL vem dizendo a respeito do posicionamento do ex-ministro.

 

 

Edição: Cecília Figueiredo