Educação

Saiba quais são as mudanças feitas pelo MEC no ENEM

O candidato terá mais tempo para fazer a prova de ciências da natureza e matemática

Ouça a matéria:

O prazo para pedido de isenção terá início em 02 de abril, junto com o prazo para justificativa de ausência no ENEM 2017 / Commons

O estudante que teve isenção no ENEM 2017 e não compareceu à prova terá que justificar a ausência ou pagar a inscrição do ENEM 2018, que esse ano será de R$ 82.

Apesar de a justificativa de ausência já ser obrigatória antes, ela não estava diretamente ligada a concessão de isenção do ano seguinte.

A partir de agora só serão aceitas justificativas que contenham atestado médico, documento judicial, certidão pública ou boletim de ocorrência que comprove e justifique a ausência.

Os critérios para isenção estão mantidos, sendo que agora o pedido deverá ser feito antes da inscrição do ENEM.

O prazo para pedido de isenção terá início em 02 de abril, junto com o prazo para justificativa de ausência no ENEM 2017.

Tanto o pedido de isenção quanto a justificativa deverão ser feitas pela internet e o candidato que tiver aceita a justificativa de ausência estará com a isenção garantida.

Para além dessa mudança, houve também alteração no tempo da prova de ciências da natureza e matemática. O candidato terá agora mais 30 minutos para fazer a prova.

Está mantida a aplicação do exame em dois finais de semana seguidos, com provas aos domingos.

A polêmica que envolveu os critérios de violação dos Direitos Humanos para “zerar” a a redação foi retirada do edital. Mas estão mantidas na cartilha do participante as orientações sobre o respeito ao tema sob a pena de ter zerado os valores referentes a correção desse critério.

As inscrições deverão ser feitas por todos os candidatos, isentos ou não, do dia 07 a 18 de maio e o pagamento da taxa deverá ser feito até o dia 23 de maio.

As provas serão aplicadas nos dias 04 e 11 de novembro.

Edição: Redação