ECONOMIA

Venezuela elimina três zeros do valor da moeda

Novos bilhetes de bolívar começam a circular no dia 4 de junho

Brasil de Fato | Caracas (Venezuela)

,
Governo venezuelano apresenta novas notas do bolívar que vão circular no país / Foto: AVN

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou uma reconversão do valor do bolívar, a moeda nacional. Com três zeros a menos, o bolívar passará a circular com novas notas a partir de 4 de junho. Dessa maneira, as atuais cédulas saem de circulação nesta mesma data.

Com a economia pressionada pela crise, além do bloqueio econômico e da especulação, a inflação disparou nos últimos meses no país, levando a uma desvalorização do bolívar. Maduro afirmou que a medida visa “facilitar as transações monetárias das atividades comerciais do nosso povo”.

Devido à desvalorização do bolívar e o alto valor dos produtos, o papel-moeda não tem sido suficiente para atender às necessidades comerciais da Venezuela. Com a escassez das cédulas, a maior parte dos pagamentos são feitos por meio do cartão de débito ou crédito e transferência bancária.

No entanto, alguns serviços são pagos apenas em dinheiro, como é o caso dos táxis, passagens de ônibus urbanos e intermunicipais, metrô, telefonia celular pré-paga, entre outros. A falta do papel-moeda afeta o dia a dia dos venezuelanos e piora a situação de crise em que se encontra o país.

Petro à venda

Depois do período de 30 dias de pré-venda, a nova moeda virtual venezuelana, o petro, começou a ser vendido de forma oficial, a partir de sexta-feira (23).

“Na pré-venda, a moeda recebeu 200 intenções de compra provenientes de 133 países, por um montante de US$ 5 bilhões”, informou o presidente Nicolás Maduro.

O mandatário destacou ainda que investidores de todo o mundo manifestaram intenção em investir na criptomoeda venezuelana. A maioria dos investidores interessados são da Colômbia, Espanha, Estados Unidos, México, Argentina, Peru, Turquia, Alemanha, Rússia, Brasil, Itália, Chile, China e Equador.

Para mais informações sobre a nova moeda virtual venezuelana, acesse a página oficial do petro.

Edição: Mauro Ramos