Curto e Grosso

Só quer saber de “venha a nós”

Governo federal deu R$ 579 milhões em descontos nas dívidas fiscais dos maiores clubes do futebol brasileiro

Belo Horizonte

,
A medida compõe o Programa de Modernização da Gestão e Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut) / Marcos Oliveira / Agência Senado

Um levantamento feito pelo jornalista Rodrigo Mattos mostra que o governo federal deu cerca de R$ 579 milhões em descontos nas dívidas fiscais dos maiores clubes do futebol brasileiro. A medida compõe o Programa de Modernização da Gestão e Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut), aprovado no Congresso em julho de 2015. 

Na época, foi estabelecido que, para que as dívidas fossem refinanciadas, os clubes deveriam dar algumas contrapartidas, como prestar contas de modo transparente, controlar gastos, pagar salários em dia, ofertar ingressos a preços populares e investir na base e no futebol feminino.

Agora, com o programa em andamento, cabe perguntar: os clubes têm cumprido sua parte ou apenas colhem os benefícios do Profut? Se não cumpem, serão punidos? Afinal, como diz a sabedoria popular, cartola brasileiro só quer saber de “venha a nós”. 

Você sabia?

Em 2015, o Cruzeiro teve a maior arrecadação do futebol brasileiro, com R$ 363 milhões, e o Atlético foi o sétimo, com R$ 244 milhões. As principais fontes de receita da Raposa foram as cotas de TV e as vendas de jogadores, seguidas pela bilheteria, patrocínio e publicidade. Só com transferências de atletas, o Cruzeiro arrecadou R$ 142 milhões. O levantamento foi feito pelo especialista em gestão esportiva Amir Somoggi.