Mineração

Do caos à lama: a verdadeira e cruel face do modelo mineral brasileiro

Vídeo revela que o atual modelo de exploração mineral no país é lucrativo apenas para as grandes empresas multinacionais

Inesc

,
Bento Rodrigues, seis meses depois da tragédia / Victor Tineo/Brasil de Fato

O rompimento da barragem de Bento Rodrigues, em novembro de 2015, deixou mais do que um imenso rastro de destruição causado pela lama com rejeitos de mineração. Revelou também como o modelo de exploração mineral no Brasil é predatório. O sistema, que se vale de muitos incentivos fiscais e tributários, gera lucro apenas para as grandes empresas transnacionais do setor - principalmente na Amazônia. Às populações das regiões ricas em minérios sobram apenas desastres, miséria e contaminação.

Estas e outras questões são discutidas neste mini-documentário produzido pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc). Confira!