Coluna

PSDB pode estar preparando o golpe dos golpes

Imagem de perfil do Colunista
Uma nova conspiração pode mudar os rumos da política em 2017 / Agência Senado
Um “bombardeio” pode derrubar o presidente interino e haver eleições indiretas

Se Dilma não apontar uma perspectiva de mudança que agregue votos no Senado agora em agosto, será colocada definitivamente para fora do cargo. O Brasil ficará nas mãos do PMDB, que por sua vez está refém de Sérgio Machado e Eduardo Cunha, dois homens-bomba, que podem ser usados a qualquer momento para implodir essa "nova" formação da República. 

MINUTO A MINUTO: ACOMPANHE A CRISE POLÍTICA ENVOLVENDO DENÚNCIAS CONTRA TEMER

Me parece que nem Machado quer ir para cadeia e nem Cunha quer ver sua mulher atrás das grades. Então se preparem, porque cabeças vão rolar. 

Mas o ponto que quero chegar é o da reflexão. Querem derrubar definitivamente Dilma, que a história mostrará que foi vítima desses bandidos. Será que a ideia é manter Temer até o fim do ano, para que, no romper de 2017, um “bombardeio” derrube o frágil presidente interino e se abra assim um precedente constitucional que estabeleça eleições indiretas pelo Congresso Nacional? Alguém pensou nessa possibilidade?

Não seria a chance de ouro para o PSDB conseguir finalmente o que não consegue nas urnas? 

Bastaria entregar a cabeça de Aécio, que já está a prêmio, e, num grande acordo nesse novo cenário, o poder cairia nas mãos de quem está justamente atrelado aos interesses do grande personagem "oculto" dos bastidores. O que quer o nosso petróleo. Adivinha? 

E não se assuste se no roteiro aparecer ainda uma votação de mudança das eleições para 2020, unificando então os pleitos municipais, estaduais e federais. 

Estou exagerando a conspiração? Não duvide do roteirista do House of Cards, Brasil! 

Eu não duvido nada.