Evento

Fórum Mundial de Migrações começa nesta quarta-feira (7)

Esta é a sétima edição do Fórum Social Mundial das Migrações que debate temas sobre migrantes e políticas públicas

Brasil de Fato,
Os debates buscaram fortalecer políticas públicas em todo o Brasil, na América Latina e também em alguns países do mundo. / Flickr/Ze Carlos Barretta

A questão dos migrantes em situação de vulnerabilidade na América Latina e no mundo, a crise do capitalismo, imigração, gênero, clima, meio ambiente, direitos humanos e moradia são alguns dos temas da sétima edição do Fórum Social Mundial das Migrações (FSMM), que começa nesta quinta-feira (7), em São Paulo. Serão três dias de debates, com participação de 14 palestrantes.

As palestras acontecerão na Universidade Zumbi dos Palmares e no Centro Esportivo e de Lazer Tietê, em São Paulo.

Segundo o site do Fórum, os movimentos e organizações sociais que integram o evento poderão “compartilhar experiências, estudos, denúncias e propostas sobre migrações no futuro”. Ainda de acordo com o site, apesar de acontecer em São Paulo, os debates buscam fortalecer políticas públicas em todo o Brasil, na América Latina e também em alguns países do mundo.

O evento também conta com atividades culturais, artísticas e culinárias para apresentar a diversidade entre os países.

O ator Wagner Moura divulgou um vídeo em apoio ao FSMM, "Acho que a migração é um dos assuntos mais importantes a serem debatidos no mundo de hoje, especialmente no Brasil".

Tema

A música “Meu lugar”, com participação de artistas brasileiros e imigrantes é a música tema do Fórum e possuí trechos cantados em português, espanhol, árabe e lingala (idioma derivado do bantu, falado na região noroeste da República Democrática do Congo).

O objetivo da canção é criar um instrumento que dê voz aos imigrantes, ressaltando também a diversidade cultural e étnica, confira:

Participantes

Participam do Fórum ex-chefes de estado, doutores e especialistas em migração, ativistas e membros de organizações internacionais.

O senador e ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica, o secretário Geral da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL) e ex-presidente da Colômbia, Ernesto Samper, o vice-presidente do Comitê de Trabalhos Migratórios da Organização das Nações Unidas (ONU), Pablo Ceriani e a ativista guatemalteca pelos direitos dos migrantes, María Catalina López y Lopez, são alguns dos convidados. Confira a lista completa aqui.