Câmara dos Deputados

9 dos 14 candidatos à presidência da Câmara possuem ocorrências na Justiça

A apuração foi feita pela Agência Lupa, com base nas informações do site Excelências

Curitiba (PR)

,
A posse do novo presidente da Câmara dos Deputados ocorre hoje após votação / Agência Brasil

Apenas 5 dos 14 candidatos apresentados para disputar o cargo da presidência da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (13), não possuem nenhum tipo de ocorrência na Justiça e/ou no Tribunal de Contas. Segundo o levantamento da Agência Lupa, que realizou uma checagem com base nas informações disponibilizadas pelo site Excelências, os deputados somam, juntos, um total de 38 pendências na Justiça e/ou no Tribunal de Contas.

No topo do ranking está o deputado Carlos Henrique Gaguin (PTN-RN) que, sozinho, responde por 18 delas. Em segundo lugar está o deputado Gilberto Nascimento (PSC-SP), com 6 ocorrências. Entre os candidatos, dois são réus em ações na Justiça: Esperidião Amin (PP-SC) e Carlos Henrique Gaguin (PTN-RN). Pelos menos quatro também já sofreram algum tipo de condenação.

Após renúncia do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o novo representante assumirá o mandato tampão até fevereiro de 2017. Além de estar na chefia da Casa, o presidente eleito será o segundo na linha sucessória do país caso o golpe institucional contra a presidenta Dilma Rousseff se consolide.

Pouco antes do início da votação, os deputados Maria do Rosário (PT-RS), Fausto Pinato (PP-SP) e Beto Mansur- que somava 56 ocorrências-, desistiram da disputa.