Contra o golpe

Circo da Democracia propõe construção de novo projeto político para o país

Evento conta com debates políticos e atividades culturais; Dilma e Ciro Gomes estarão presentes

Brasil de Fato

,
O espaço, com picadeiro e arquibancadas para mil pessoas, está montado na Praça Santos Andrade, no Centro de Curitiba e vai do dia 5 até o dia 15 de agosto. / Reprodução

Dez dias de atividades culturais e políticas marcarão o Circo da Democracia, que começa a partir desta sexta-feira (5), em Curitiba (PR). O ato pretende discutir com lideranças políticas e a sociedade civil um novo projeto de país.

O evento foi idealizado pela articulação Advogados pela Democracia e conta com a participação de mais de 100 entidades e movimentos populares, incluindo a Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo, além da presença de figuras políticas importantes como a presidenta Dilma Rousseff, o senador Roberto Requião (PMDB) e o pré-candidato à presidência, Ciro Gomes (PDT).

O espaço, com picadeiro e arquibancadas para mil pessoas, está montado na Praça Santos Andrade, no Centro de Curitiba e vai do dia 5 até o dia 15 de agosto.

Para a programação, estão previstos shows, mesas de debate, rodas de conversa, exibição de filme e outras atividades que você pode conferir aqui.

Dilma estará presente na segunda-feira (8), às 17h, já Ciro Gomes e Roberto Requião comparecerão um dia antes, no domingo (7).

Projeto

Segundo o texto convocatório do ato, “A expectativa dos organizadores é promover um amplo fórum popular de debates sobre os rumos da democracia brasileira”, diz a nota.

Ao longo do circo, lideranças nacionais propõem, junto à sociedade civil, soluções para o novo projeto político para o país, que deve abranger temas como a democracia, direitos sociais e trabalhistas e outros pontos importantes para a população brasileira.

Os organizadores chamam atenção, também, para a importância de unificar a resistência ao golpe e “às tentativas de retiradas de direitos sociais e trabalhistas, protagonizadas pelo governo interino de Michel Temer e pelo Congresso Nacional”, diz a nota convocatória do evento.

Para mais informações, acompanhe a página do evento.