LGBT

Pride House Rio realiza roda de conversa sobre 30 anos do Movimento Lésbico no Brasil

Iniciativa é um ponto de encontro e debate LGBT dos Jogos Olímpicos Rio 2016

São Paulo (SP)

,
Pride House Rio / Reprodução

Neste sábado (20), a Pride House Rio, ponto de encontro LGBT desta edição dos Jogos Olímpicos, realizará uma roda de conversa sobre os 30 anos do Movimento de Lésbicas no Brasil.

O evento contará com a presença de Yone Lindgren, vice-presidente lésbica da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) e militante do Movimento Dellas, e terá início às 16h.

A Pride House Rio está funcionando na Casa Nem, um espaço de resistência e acolhimento da população transexual, travesti e transgênera, situado no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro (RJ). Como entrada, o evento pede a contribuição não obrigatória de um quilo de alimento não-perecível.

A iniciativa é organizada pela ONG Pride House International, uma coligação de grupos LGBT de esportes e direitos humanos, em parceria com o Comitê Desportivo LGBT Brasil.

Atividade permanente

Desde a abertura oficial da organização, no dia 6 de agosto, estão sendo realizados debates que relacionam a temática LGBT com os esportes olímpicos, além de cursos, exposição fotográfica com a história dos atletas assumidamente gays, atividades para crianças e confraternizações.

A casa realiza oficinas, debates, festas e shows com o objetivo de empoderar o público LGBT em situação de vulnerabilidade social.

A Pride House International já marcou presença em outros megaeventos esportivos como os Jogos Panamericanos 2015, em Toronto, e as Olimpíadas de Verão de Londres, em 2012.

Nesta edição dos Jogos Olímpicos, a iniciativa funcionará até o domingo (21), entre às 14h e às 22h.

Edição: Camila Rodrigues da Silva