Contra o golpe

Às vesperas da votação do golpe, Dilma vai a ato com movimentos populares em SP e BSB

Organizado pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, em São Paulo, o evento ocorre na Casa de Portugal

São Paulo

,
Ato com Dilma acontece na véspera do julgamento do processo de impeachment no Senado / Paulo Pinto/ Agência PT

A presidenta Dilma Roussef participa nesta terça-feira (23) do “Encontro em Defesa dos Direitos e Contra o Golpe”, evento, organizado pela Frente Brasil Popular, que reúne diversos movimentos e centrais sindicais. O ato será realizado na Casa de Portugal, zona sul de São Paulo, a partir das 19h. 

O ato com Dilma acontece na véspera do julgamento do processo de impeachment no Senado, que decidirá se ela permanecerá, ou não, à frente da presidência e se soma a outras ações contrárias ao golpe parlamentar perpetrado contra à presidenta. 

A Frente Brasil Popular lembra, na página do evento, nas redes sociais, que o processo de impeachment, sem que Dilma tenha cometido nenhum crime de responsabilidade, é “um atentado contra a democracia brasileira”.

Para denunciar as ilegalidades, os movimentos “já estão preparando jornadas e atos contra a retirada de direitos sociais e trabalhistas, promovida pelo governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB)”. Segundo os organizadores, não está descartada a realização de uma greve geral e “outras atividades gerais contra a retirada de direitos e medidas que diminuem o papel do Estado”.

O ato acontece na Casa de Portugal, na Avenida Liberdade, 602. O espaço tem apenas 1 mil lugares  e a organização pede para aqueles que quiserem participar, chegar ao local antes das 18h.