Cuidado

Saúde popular é oferecida a participantes do 3° Acampamento Nacional do Levante

Métodos de cuidado e prevenção são construídos por vias alternativas aos modelos usuais de medicalização

Belo Horizonte

,
A Tenda Zefa da Guia é um espaço de amparo, cuidado e acolhimento que propicia o bem estar dos participantes / Fotos: Gerardo Gamarra / Alba

Como cuidar de 7 mil jovens acampados num estádio durante 5 dias? Esse é o desafio do coletivo de saúde do Levante Popular da Juventude no 3° Acampamento Nacional do movimento, que ocorre desde segunda (5), na capital mineira. Para garantir o máximo de cuidado com os participantes, o coletivo se mantém ativo durante quase 24 horas por dia.

Em um espaço físico denominado Tenda Zefa da Guia – nome dado em homenagem à parteira e agricultora Dona Josefa da Guia, que resistiu a desapropriação de terras quilombolas em Sergipe – diversas pessoas se somam à equipe de saúde, principalmente estudantes de medicina, enfermagem, fisioterapia e psicologia. Integrantes de outros movimentos sociais, como as mulheres cuidadoras do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), também contribuem com o trabalho.

A estudante de enfermagem e militante do Levante no Rio Grande do Norte Kell Medeiros explica que o movimento se propõe a construir um Projeto Popular para Saúde, com a perspectiva de buscar o que foi, historicamente, negado à saúde do povo brasileiro. Nesse sentido, o coletivo de saúde pratica os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), desde a universalização da saúde até um tratamento que fuja de um modelo hospitalizado. “Pra gente saúde não é ausência de doença, mas bem estar total do indivíduo”, afirma.

A Tenda Zefa da Guia é um espaço de amparo, cuidado e acolhimento que propicia o bem estar dos participantes. Lá é possível fazer massagens, tomar remédios naturais e fitoterápicos, fazer um sessão de acupuntura, descansar em uma cama e até conversar com psicólogos.



Kell explica que tratar da saúde é também cuidar do ambiente. Por isso, as outras equipes visitam constantemente os arredores do acampamento para verificar a higienização dos locais, o acesso a água potável e alimentação de qualidade.

“Trabalhar com a saúde no Levante não é algo novo, mas garantir um espaço amplo como este do ‘3° Acampa’, com uma organização grande com um alinhamento ao projeto político, é a primeira vez. É a juventude se colocando para cuidar da juventude”, aponta.

Acampamento nacional

Desde a segunda (5), o 3° Acampamento Nacional do Levante Popular da Juventude acontece no estádio do Mineirinho, em Belo Horizonte (MG). Com equipes de saúde, segurança, alimentação, comunicação, alimentação, entre outras, o evento é organizado pelo próprio movimento. O encontro, que conta com programação até sexta (9), se propõe a discutir os rumos da luta política da juventude brasileira por meio de oficinas, debates, palestras, shows e apresentações artísticas.