Especial

Dia Internacional contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças

O Brasil de Fato preparou um especial trazendo dados e depoimentos de pessoas que foram vítimas deste crime. Confira!

Brasil de Fato,
Especial Brasil de Fato / Divulgação

No mundo, estima-se que existam 2,4 milhões de pessoas que são forçadas a realizar trabalhos forçados de acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Na maioria dos casos, 80% são mulheres ou meninas.

Ainda de acordo com a entidade, lucros ilícitos totais de trabalho forçado são estimados em cerca de 32 bilhões de dólares por ano, dos quais 76% vem da exploração sexual, classificado como o terceiro negócio mais lucrativo em todo o mundo depois do tráfico de drogas e de armas vendas.

Entendendo a importância de denuncia e combater este tipo de crime, o dia 23 de setembro é lembrado como o Dia Internacional contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças. O Brasil de Fato preparou um especial trazendo dados e depoimentos de pessoas que foram vítimas deste crime. Os infográficos são de José Bruno Lima e entrevistas de Julia Dolce. Confira!

Depoimento de uma mulher somaliense traficada para o Brasil aos 17 anos: