Esportes

Opinião: Preconceito e superação

71% dos atletas paralímpicos brasileiros entrevistados sofreram discriminação por sua deficiência

Belo Horizonte

,
Custa admitir, mas o preconceito ainda nos impede de nos interessarmos mais pelo esporte paralímpico / Cezar Loureiro/MPIX/CPB

Você assistiu aos Jogos Paralímpicos do Rio? Eu vi pela TV, por dever de ofício. 

Custa admitir, mas o preconceito ainda nos impede de nos interessarmos mais pelo esporte paralímpico. Talvez seja porque não queremos ver os “imperfeitos”, porque não queremos nos identificar com eles, porque temos medo de um dia sermos nós os “deficientes”. Daí o preconceito. Para se ter ideia, enquete do DataSenado mostra que 71% dos atletas paralímpicos brasileiros entrevistados sofreram discriminação por sua deficiência.

As páginas do Brasil de Fato mostraram que desempenho e resultados dos atletas paralímpicos não diferem dos desportistas “normais”: nas competições, mais do que passar por cima das deficiências específicas, busca-se a superação do desempenho esportivo. Precisamos entender que esse é o objetivo de qualquer atleta, para assim começarmos a superar nossos preconceitos.