Despejo

Comunicadores são presos após remoção violenta da PM no complexo do Alemão

A ação da PM aconteceu após cerca de 30 famílias do MTST reocuparem o terreno na Favelinha Skol

Redação

,
Moradores denunciam ação violenta da Polícia Militar / Mídia Ninja

O midialivrista Rene Silva, fundador e editor-chefe do jornal comunitário Voz das Comunidades, do Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, foi preso na manhã deste sábado (1) pela Polícia Militar, enquanto fotografava e transmitia ao vivo a ação da PM durante a remoção da Favelinha Skol. Além de Rene, os comunicadores populares Renato Moura e Hector Santos também foram detidos.

Os três foram levados para 45º Delegacia de Polícia acusados de desacato policial. Segundo informações de comunicadores que acompanham o caso, os jovens estão sofrendo pressões psicológicas na delegacia.

A ação da PM aconteceu após cerca de 30 famílias do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) reocuparem o terreno da Avenida Itaóca 2277, no Complexo do Alemão. Logo pela manhã, no entanto, as famílias foram expulsas de forma violenta e arbitrária pela polícia, segundo relato de testemunhas. Os policiais chegaram a queimar e destruir os barracos.

Os integrantes do MTST reivindicam a retomada do terreno, após mais de 565 famílias terem sido expulsas do local em 2010.

Revista Forbes

Presidente da organização não governamental Voz das Comunidades, Rene é um dos 30 jovens até 30 anos escolhidos pela Revista Forbes Brasil como “exemplo de um time que está reiventando um país”.

*Com informações do Mídia Ninja