Tragédia

Atingido de Bento Rodrigues morre após 11 meses do rompimento da barragem de Fundão

Henrique Gonçalves Bretas, de 50 anos, perdeu a casa e a pequena criação de vacas após lama da Samarco devastar distrito

Brasil de Fato | Mariana (MG)

,

Ouça o áudio:

Baixar
Henrique do Bento em imagem capturada pelo Google Earth / Reprodução/Google Earth

Uma das vítimas do rompimento da barragem da mineradora Samarco no distrito de Bento Rodrigues, Mariana (MG), morreu na manhã deste sábado (15). Henrique Gonçalves Bretas, conhecido como Henrique do Bento, tinha 50 anos, era solteiro, sem filhos e aposentado. 

O laudo com a causa da morte ainda não foi divulgado. Bretas tinha uma casa de quatro cômodos, na rua São Bento, a principal do pequeno distrito mineiro que tinha uma população estimada em 600 habitantes, que ocupavam cerca de 200 imóveis.

Confira a versão em áudio da nota (para baixar o arquivo, clique na seta à esquerda do botão compartilhar):

Lama

Bretas tinha um pequeno rebanho de vacas e vendia leite na cidade. Os animais e a casa foram perdidos após serem atingidos pela lama de rejeito da Barragem de Fundão, de responsabilidade da mineradora Samarco - joint venture entre a Vale e a anglo-australiana BHP Billiton -, que se rompeu no dia 5 de novembro de 2015.

Mais informações em breve.

Edição: José Eduardo Bernardes