Eleição

Movimentos populares de Belém apóiam a candidatura de Edmilson Rodrigues

O candidato assinou manifesto ''Carta ao Povo de Belém'' onde assume compromissos de uma gestão participativa

Belém/PA

,
Na ocasião foi entregue ao candidato um manifesto no qual apresentam propostas das entidades que compõem a FBP-PA e que compactuam com o programa de gestão de Edmilson para a prefeitura de Belém como informa o candidato / Lilian Campelo

Na noite de quinta-feira,13, a Frente Brasil Popular (FBP) - Pará juntamente com outros importantes movimentos sociais, populares, centrais sindicais, movimentos de mulheres, coletivos da juventude realizaram uma plenária de apoio à candidatura de Edmilson Rodrigues (PSOL).

Na ocasião foi entregue ao candidato um manifesto no qual apresentam propostas das entidades que compõem a FBP-PA e que compactuam com o programa de gestão de Edmilson para a prefeitura de Belém como informa o candidato. “Assinei um manifesto que tem alguns pontos que batem muito com o nosso programa. Então não fiz nenhuma concessão, já era compromisso tudo que está no manifesto”.

Convite

O apoio dos movimentos sociais e populares à candidatura de Edmilson para prefeito de Belém, a exemplo do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST-PA) é visto foi visto como uma ação importante para muitos participantes da plenária.

“Governem conosco, não nos deixem governar só com secretários e burocratas nomeados. Se não houver a participação, a pressão popular, todo governo tende a burocratizar e erra, de modo que um governo em que o povo assuma o protagonismo das decisões do seu futuro será um governo vitorioso”, convidou o candidato.

Compromisso

O coordenador estadual do MST- PA, Ulisses Manaças, expõem que o manifesto ‘’Carta ao Povo de Belém’’ é um compromisso dos movimentos sociais. “O candidato Edmilson se comprometeu, então isso para nós sinaliza um compromisso com as políticas de base, com a democratização da nossa sociedade, porque nós queremos uma Belém que seja uma grande fortaleça contra o projeto neoliberal, contra essa maré conservadora que está tomando conta do nosso país, então  temos uma aliança consolidada com povo que vai participar efetivamente da construção desse governo”, conclui Ulisses.

Outro lado

Os candidatos à prefeitura no segundo turno de Belém caminham em posições opostas quanto à forma de fazer a gestão do município como conta Adima Monteiro, coordenadora da Consulta Popular, entidade integrante da FBP-PA.

“Neste segundo turno temos uma disputa polarizada de um lado se tem o Edmilson Rodrigues que já foi perfeito de Belém e mostrou junto com os movimentos populares e sociais como se governa a cidade para atender os interesses e anseios do povo, do outro, temos o candidato Zenaldo (PSDB) que é a materialização do golpe para a prefeitura de Belém’’, avalia a integrante da FBP-PA.

 Acima critica a gestão do candidato do PSDB que, segundo ela,  antes mesmo da aprovação da PEC 241, já regia a cidade sob seus pontos mais críticos. ‘’Em 2016, ele passou a caçar os direitos dos servidores públicos e demitiu concursados”, finaliza.