Literatura

Relançamento de livro traz debate sobre teatro e lutas populares para São Paulo

"A hora do teatro épico no Brasil e o trabalho crítico de Iná Camargo Costa" acontece no estúdio Latão nos dias 26 e 27

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Programação completa do ciclo de debates / Reprodução

Em comemoração aos 20 anos de publicação do livro "A hora do teatro épico no Brasil, o Coletivo Terra em Cena", a Companhia do Latão, o Grupo de Pesquisa Modos de Produção e Antagonismos Sociais (MPAS), o Laboratório de Investigação em Teatro e Sociedade (LITS), o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e a Rede Internacional Teatro e Sociedade promovem nos dias 26 e 27 de outubro o ciclo de debates sobre a obra e o trabalho crítico da autora Iná Camargo Costa, professora aposentada da USP.

O evento, que acontece no Estúdio do Latão, terá quatro mesas de debates com artistas, intelectuais e militantes, além do relançamento do livro pela editora Expressão Popular. A obra foi lançada originalmente em 1996 e é fruto da tese de doutorado de Iná Camargo.

Em 'A hora do teatro épico no Brasil' há reflexões sobre a relação entre teatro e a luta de classes. A ideia do livro surgiu das experiências pessoais da autora com a repressão aos grupos de teatro durante a ditadura militar, em especial na década de 1970.

A autora esclarece, primeiramente, como se deu a passagem de um modelo dramático de teatro para o modelo épico no Brasil. O teatro épico, é um termo criado pelo dramaturgo Bertolt Brecht, que faz uma análise crítica da sociedade, procurando mostrar a realidade em vez de a representar, para levar o espectador a reagir criticamente e a tomar posição.

Com isso, Iná reflete sobre como encenar assuntos que não cabem no chamado 'drama burguês' - como greves, inflação, guerra e as lutas sociais. Assim, durante a leitura, são apresentados autores, peças, críticos de teatro e suas posições.

Confira a programação:

26 DE OUTUBRO, QUARTA-FEIRA

MESA 1 (14 HORAS)

CONVERSA COM INÁ CAMARGO COSTA E RELANÇAMENTO DO LIVRO

Rafael Villas Bôas (UnB)

Sérgio de Carvalho (Companhia do Latão e USP)

mediação Helena Albergaria (Companhia do Latão)

MESA 2 (18 HORAS)

ASPECTOS DA CRITICA DE INÁ CAMARGO COSTA: TEATRO ÉPICO NO BRASIL E AGITPROP

Daniel Puglia (USP)

Douglas Estevam (MST)

Julian Boal (Instituto Augusto Boal)

mediação Juliana Bonassa (MST)

27 DE OUTUBRO, QUINTA-FEIRA

MESA 3 (14 HORAS)

NOVO FÔLEGO PARA O TEATRO NA LUTA DE CLASSES

Ademir de Almeida (Brava Companhia)

Geo Britto (CTO-RJ)

Luiz Fernando Lobo (Companhia Ensaio Aberto)

Márcio Boaro (Cia Ocamorana)

mediação Rafael Villas Bôas

MESA 4 (18 HORAS)

O VIGOR DA CRÍTICA DIALÉTICA

Alexandre Flory (UEM)

Priscila Matsunaga (UFRJ)

mediação Sérgio de Carvalho

Serviço

Estúdio do Latão - Rua Harmonia, 931, Sumarezinho – São Paulo (próximo à estação Vila Madalena do Metrô).

Edição: José Eduardo Bernardes