História

Hoje na História | 7 de novembro: Revolução Russa

Bolcheviques instauram primeiro Estado socialista da História

Brasil de Fato e Opera Mundi | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

Mobilização rumo à Revolução Russa / Reprodução

Homens e mulheres conduzidas pelo partido bolvechique tomaram o poder na Rússia no dia 7 de novembro de 1917. A entrada dos guardas vermelhos no Palácio de Inverno, em Petrogrado, onde um governo provisório tinha sido instalado, marcou o triunfo da revolução bolchevique.

Nesta data, a mais simbólica da Revolução Russa, foi instaurado o primeiro Estado socialista da História, que, por ser equivalente a 25 de outubro no calendário juliano (então em vigor na Rússia), ficaria conhecida como a Revolução de Outubro.

Confira o programa Hoje na História, da Radioagência Brasil de Fato (para baixar o arquivo, clique na seta à esquerda do botão compartilhar):

Duas revoluções ocorreram em 1917, a primeira, em fevereiro, derrubou a autocracia czarista substituindo-a por um sistema liberal–burguês. A de Outubro, sob o lema “Todo o poder aos sovietes”, instaurou um governo operário-socialista.

As mulheres participaram ativamente de todo o processo revolucionário. O próprio estopim da revolução foi uma greve de operárias têxteis em Petrogrado (a atual São Petersburgo) no dia 8 de março, que espalhou-se em seguida para outros centros de trabalho.

No texto “Mulheres Combatentes nos dias da Grande Revolução de Outubro”, a revolucionária Alexandra Kollontai, dedicou-se a destacar o papel das mulheres do campo e da cidade durante todo o processo revolucionário.

Em discurso às trabalhadoras em 1918, Kollontai dizia:

"Um terço de todas as riquezas do mundo surge das mãos das mulheres. Na Europa e na América, o número de trabalhadoras atinge 70 milhões. Em uma sociedade comunista, homens e mulheres devem ser iguais. Sem essa igualdade, não há comunismo."

Ao meio-dia de 25 de outubro (sempre no calendário juliano), o banco do Estado, a central elétrica, os correios e a agência telegráfica foram ocupados pelos guardas vermelhos.

Uma massa de soldados e trabalhadores armados cercou o Palácio de Inverno. Às 18h, os bolcheviques lançaram um ultimato contra o governo provisório. Sem resposta, os guardas vermelhos ocuparam a ala norte do edifício. Às duas da madrugada, os defensores do Palácio se renderam.

Na manhã de 26 de outubro, um novo governo foi formado. O Conselho de Comissários do Povo foi presidido por Vladimir Lenin. Alguns dias depois, o poder dos sovietes se firmaria em Moscou e se espalharia gradualmente pela imensidão de “todas as Rússias”.

O históriador inglés Eric Hobsbawn considerou a revolução de outubro o “movimiento revolucionário de maior alcance que a história moderna tenha conhecido”.

“Acho que o século vinte começa com o colapso da sociedade do século 19; o colapso, e a reconstituição da sociedade capitalista sobre uma base diferente.E um dos subprodutos desse colapso, foi a Revolução de Outubro e os efeitos enormes que teve em todo o mundo." afirmou Hobsbawm em entrevista com o político canadense Michael Ignatieff.

———-

Hoje na História é uma produção da Radioagência Brasil de Fato e Opera Mundi

Locução e produção: Mauro Ramos

Dublagens: Norma Odara e Rafael Tatemoto

Sonoplastia: Jorge Mayer