Basquete

Uninassau inicia caminhada em busca de título nacional

Mulheres tentam trazer segunda taça da LBF Caixa para Pernambuco

Recife

,
Uninassau (de azul) realizou pré-temporada nos Estados Unidos durante o mês de outubro. / Uninassau

Em dezembro tem início a Liga de Basquete Feminino – LBF Caixa, principal torneio da categoria no Brasil. E pelo quinto ano consecutivo Pernambuco tem uma equipe em busca do título da competição: desta vez é o Uninassau Basquete. Antes, Sport e América já carregaram a bandeira do estado e sempre fizeram boas campanhas, ficando entre as três primeiras posições – o Sport foi campeão na temporada 2012/13. Competição tem início no dia 15 de dezembro, mas a equipe pernambucana faz seu primeiro jogo no Recife em janeiro.

A principal contratação da equipe pernambucana é a ala/armadora Tássia, de 24 anos, bicampeã brasileira nas temporadas 2011/12 e 2013/14, ambos pelo Americana-SP. No Santo André-SP, Tássia foi eleita atleta-revelação da LBF Caixa 2014/15 e foi novamente destaque da equipe paulista na temporada passada, com médias de 10,1 pontos por partida, 3,7 rebotes, 2,9 assistências, 1,8 roubadas de bola e 33 minutos de quadra.

Para a temporada 2016/17 o elenco da Uninassau, que segue sob o comando do experiente técnico Roberto Dornelas, conta com o talento das armadoras Débora Costa, Carolina Ribeiro, Ineidis Casanova e Tássia; as alas Ariadna Capiró, Raphaella Monteiro e Tati Pacheco; a ala/pivô Nicolle Chirinda; e as pivôs Gilmara Justino, Kelly Santo e Lorraine.

A Uninassau estreia no dia 16 de dezembro, fora de casa, contra o Blumenau, às 19h (horário do Recife). As equipes voltam a se enfrentar dois dias depois, às 17h, ainda em Santa Catarina. Em seguida visita o Sampaio Corrêa, no Maranhão. Só na 5ª rodada faz sua primeira partida no Recife, contra o Corinthians, no dia 17 de janeiro, às 20h. E volta a enfrentar os paulistas dois dias depois. A Uninassau manda seus jogos no Colégio Salesiano, bairro da Boa Vista. O preço dos ingressos ainda não foi estabelecido, mas na temporada passada não superavam os R$ 10.

A equipe, que já foi vice-campeã brasileira (2014/15) e terceiro lugar (2015/16), mudou de nome e de cores para esta temporada. Antes em parceria com o América, a Uninassau agora se lança sem o nome e sem o escudo verde do tradicional clube do Recife.

Disputam Uninassau-PE, Sampaio Correa-MA, Blumenau-SP, Corinthians-SP, Presidente Venceslau-SP e Santo André-SP. As seis equipes jogam entre si em quatro oportunidades (duas vezes como mandante e duas como visitante). Após as 20 partidas da primeira fase, as quatro equipes melhor colocadas disputam os playoffs, com semifinais disputadas em série “melhor de 3” e a final disputada em série “melhor de 5”