Literatura

Livro com seleção de textos de Lima Barreto será lançado em debate sobre racismo

“A Crônica Militante” reúne crônicas com viés político publicadas pelo jornalista ao longo de sua vida

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Cartaz do evento "Lima Barreto e o Racismo Contra o Negro", para lançamento do Livro "A Crônica Militante", uma seleção de crônicas do jornalista / Editora e Livraria Expressão Popular

Nesta sexta-feira (25), a Livraria Expressão Popular realizará o debate “Lima Barreto e o Racismo Contra o Negro” para marcar o lançamento do livro “A Crônica Militante”, uma seleção de crônicas do jornalista Lima Barreto.

A obra foi editada por Claudia de Arruda Campos, doutora em letras e professora do Curso Rio Branco; Enid Yatsuda Frederico, doutora em Literatura Brasileira e pesquisadora da Unicamp; Walnice Nogueira Galvão, crítica literária; Zenir Campos Reis, pós-doutor em literatura e professor da Universidade de São Paulo (USP). A mesa do debate contará com a participação de Reis e dos professores Jazon Silva de Souza e Maria Salete Magnoni.

Afonso Henriques de Lima Barreto (1881-1922) é considerado um “escritor do povo”, porque escreveu sobre temas de interesse popular com linguagem acessível, além de defender as causas dos trabalhadores, em particular dos negros.

As crônicas selecionadas expõem a militância do autor, com temáticas antirracismo e críticas ao nacionalismo ufanista da Primeira República Brasileira. Originalmente, elas foram publicadas nos livros Bagatelas e Feiras e Mafuás, ambos escritos pelo jornalista e publicados postumamente em 1923 e em 1953.

Com o objetivo de contribuir para a formação dos leitores, o livro também conta com um glossário e um extenso elenco com referências a personagens históricos, mitológicos, ficcionais e lugares provavelmente desconhecidos pelos leitores, além de títulos e associações inexistentes nos dias de hoje.

Segundo Magnoni, ao ler a seleção, é possível perceber como Lima Barreto foi "um escritor que passou a vida advogando por uma literatura que, idealmente, teria o poder de promover a união entre os homens que buscam o bem comum”.

O evento de lançamento terá início a partir das 19h na sede da livraria, localizada na Rua Abolição, no centro de São Paulo (SP). O livro pode ser adquirido por R$ 35.

Edição: Camila Rodrigues da Silva