Retrospectiva

Mulheres enfrentaram muita violência em 2016, mas teve resistência

Neste ano, o feminismo esteve em evidência, e as mulheres protagonizaram grandes mobilizações em todo o mundo

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
O ano de 2016 foi de enfrentamento e avanços na luta feminista / Montagem/Brasil de Fato

Não há dúvidas de que 2016 foi o ano do protagonismo feminino. Seja no ambiente virtual, com campanhas anti-machismo e racismo, ou nas ruas, elas ganharam voz para cobrar a manutenção de direitos e a conquista da autonomia sobre os próprios corpos.

Por aqui, publicamos muitas iniciativas que partiram delas e também debatemos velhos assuntos, como aborto, violência, feminicídio e questões raciais.

O Brasil de Fato deu atenção às pautas que envolviam casos de assédio, protestos, além das iniciativas de fortalecimento político e artístico. O ano termina, mas a luta continua. Para ter força e inspiração para o ano que chega, relembre alguns momentos importantes:

 

Edição: Camila Rodrigues da Silva