Saúde

Número de casos de leishmaniose cresce no Amapá em 2016

Em 2016 foram 703 casos contra 588 em 2015

Radioagência Nacional | Brasília (DF)

,

Ouça a matéria:

Oiapoque é o município que lidera as estatísticas em relação a doença. / Divulgação Ministério das Cidades

Os dados são da Coordenadoria de Vigilância em Saúde. A leishmaniose é transmitida pelo inseto conhecido popularmente como mosquito Palha.

Oiapoque é o município que lidera as estatísticas em relação a doença. Foram 130 casos confirmados. Em seguida vem Pedra Branca, com 126 e Calçoene, com 121 ocorrências.

A coordenadoria reforça que a doença é sazonal, em função das condições climáticas da região. Ou seja, nos meses com maior índice de chuvas, devido ao crescimento da população dos mosquitos, os casos tendem aumentar, enquanto nos meses mais secos há menor número de casos registrados.

Locais onde a população está inserida, na mata residual ou mata virgem, também registram mais casos da doença.