Falaí: "Por que trabalhar tanto e só se aposentar depois dos 60 anos?"

Imagem do logo do Podcast

Ouça o áudio:

Quadro Falaí, do Programa Brasil de Fato, responde dúvida sobre aposentadoria
Quadro Falaí, do Programa Brasil de Fato, responde dúvida sobre aposentadoria - Arquivo/Marcelo Camargo/ABr
Clemente Ganz Lúcio, do Dieese, responde a dúvida da ouvinte do Programa Brasil de Fato

Falaí: Meu nome é Malu Souza, eu sou enfermeira. Sobre a Previdência, eu queria saber por que trabalhar tanto e só se aposentar depois dos 60 anos. Por que isso? Justo com a classe mais baixa.

Clemente Ganz Lúcio, diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese):

Malu Souza, o governo tomou a decisão de reorganizar o sistema previdenciário e buscar o equilíbrio entre o conjunto das despesas e das receitas. No caso das receitas, o governo vem sistematicamente desonerando, diminuindo, retirando recurso da Previdência e não combatendo de forma adequada a sonegação e a evasão fiscal. A perda de receita vai ser compensada com um enorme ajuste na despesa. Essa reforma que o governo faz retarda o acesso das pessoas à aposentadoria com idade mínima de 65 anos para homens e mulheres. Obriga que as pessoas tenham 25 anos de contribuição para ter acesso ao benefício e milhões de brasileiros não conseguirão comprovar 25 de contribuição, portanto, chegarão aos 65 anos e não terão acesso à Previdência e quando tiver esse acesso, ainda terão uma redução substantiva no valor do benefício. Isso tudo reduz o custo da Previdência no Brasil e quem vai pagar a conta são os aposentados, especialmente os aposentados com menor rendimento, porque o efeito sobre a vida deles é muito mais severo, do que aqueles que podem, inclusive, complementar a renda com uma previdência privada.  

Edição: Camila Maciel