Avaliação

Rejeição ao governo Temer chega a 55%, segundo pesquisa CNI/Ibope

No final do ano passado, a avaliação era de 46% e chegou a ser de 39% em junho de 2016, logo após o impeachment de Dilma

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Para 31% dos entrevistados a gestão de Temer é apenas regular / Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Um levantamento divulgado nesta sexta-feira (31) pela Confederação Nacional da Indústria, em parceria com o Ibope (CNI/Ibope), revela que a gestão do governo do presidente não eleito Michel Temer é considerada ruim ou péssima para 55% da população. No final do ano passado, 46% da população tinha essa avaliação e chegou a ser de 39% em junho de 2016, logo após o pedido de afastamento da presidenta da República, Dilma Rousseff.

A pesquisa foi realizada entre 16 e 19 de março em 126 municípios, com 2 mil pessoas. Para 31% dos entrevistados, a gestão de Temer é apenas regular. Apenas 10% da população brasileira considera o governo ótimo ou bom - em dezembro, esse índice era de 13%.

As piores avaliações de Temer estão na região Nordeste, onde 67% das pessoas acreditam que o governo não eleito é ruim ou péssimo. Em seguida aparecem a região Sudeste (52%) e Sul (48%).

O governo de Dilma Rousseff é melhor avaliado do que a gestão do presidente não eleito para 41% da população, segundo a pesquisa CNI/Ibope.

O levantamento também revelou que 85% da população desaprova políticas voltadas para a carga tributária e 79% das pessoas não concordam com as políticas para as áreas de saúde.

Pesquisa Ipsos

Na última quinta-feira (30), uma pesquisa nacional do instituto Ipsos aponta que 90% dos entrevistados afirmam que o Brasil está no caminho errado. O estudo mostra que a avaliação do governo Temer piorou, com sua rejeição subindo de 59%, no mês anterior, para 62%. 

Individualmente, o presidente Michel Temer é desaprovado por 78%, terceiro pior índice de popularidade entre os políticos, sendo superado apenas por seus correligionários (ex-deputado cassado) Eduardo Cunha (87%) e o senador Renan Calheiros (83%). 

A pesquisa ouviu 1.200 pessoas e perguntou sobre a avaliação de 26 figuras do cenário político, nas cinco regiões do país durante a primeira quinzena deste mês. Entre os índices de aprovação de políticos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera com 38% de avaliação positiva.

Edição: Camila Rodrigues da Silva