Dia das Mães

Livro revela cotidiano e sonhos de mães encarceradas em Minas Gerais

Fotógrafo Leo Drumond e jornalista Natália Martino passaram um ano frequentando centro de detenção, em Vespasiano

Belo Horizonte (MG) | Brasil de Fato

,

Ouça a matéria:

Livro contou com financiamento coletivo / Reprodução/ Vimeo

Na data mais simbólica para as mães, Vera Soares, de 33 anos, vai passar o domingo sem um de seus quatro filhos. Em agosto do ano passado ela deixou o Centro de Reintegração de Mulheres em Vespasiano para retomar a vida fora da detenção. A unidade é a única especializada a abrigar gestantes em situação de privação de liberdade.

Durante esses nove meses, Vera tenta reaver a guarda dos filhos que foram encaminhados para abrigos. Neste domingo (14), ela vai conseguir passar o domingo com três filhos, mas o mais jovem não foi liberado para passar o dia com a mãe, e ficará no abrigo.

A vida de mães presidiárias de Minas Gerais é relatada em imagens e texto no livro "Mães do Cárcere", lançado nesta semana em Belo Horizonte pelo fotógrafo Leo Drumond e pela jornalista Natália Martino, que passaram um ano frequentando o Centro de Referência da Gestante Privada de Liberdade, em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Serviço

Livro “Mães do Cárcere” - Nitro Editorial, 208 páginas, R$ 75.

Ouça a reportagem completa:

Edição: Brasil de Fato