MÚSICA

Roda de samba na Praça Tiradentes completa um ano no Rio de Janeiro

Evento é parada certa para os trabalhadores da região central da cidade

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,
Atualmente, o evento reúne cerca de 2 mil pessoas por semana. Mas começou menor, há três anos, em um pequeno bar no Bairro de Fátima / Divulgação

Desde maio do ano passado a roda de samba Pede Teresa acontece na Praça Tiradentes, no centro do Rio de Janeiro. O samba é acompanhado por barraquinhas que vendem artesanatos, roupas, bebidas e comidas. Sempre às sextas-feiras, a partir das 18h, a roda dá início ao final de semana e já é parada certa para os que trabalham na região central da cidade.

“Aqui o espaço é democrático, tem gente de tudo quanto é jeito: rico, pobre, trabalhador” afirma Felipe Duarte, produtor da roda Pede Teresa.

Segundo Felipe, hoje o evento reúne cerca de 2 mil pessoas por semana. Mas começou menor, há três anos, em um pequeno bar no Bairro de Fátima. Aos pés de Santa Teresa, por isso batizada de Pede Teresa, a roda de samba teve início com um encontro de amigos. Depois de reunir mais pessoas do que o local dava conta, resolveram se mudar para o bar A Paulistinha, na Lapa.

“Ficamos lá por um ano e chegamos a fechar a rua de tanta gente reunida. Em seguida, conseguimos um edital da Prefeitura do Rio, que patrocinou nossa ida para a Praça Tiradentes, durante as Olimpíadas”, acrescenta Felipe.

Na praça, a roda virou um evento maior e passou a ser acompanhada das barraquinhas. Aos expositores que quiserem vender seus produtos, os organizadores oferecem barracas de lona, iluminação e banheiro.

“Conseguimos criar um espaço para movimentar a economia criativa e gerar renda para o nosso povo. Também divertir os trabalhadores após o trabalho da semana. A violência da região diminuiu muito depois da roda. Estamos muito felizes por ajudar a dar uma cara nova a Praça Tiradentes”, conclui Felipe.

 

Serviço

Roda de Samba Pede Teresa

Todas as sextas, a partir das 18h.

O aluguel das barracas custa R$ 70.

Informações no Facebook: Roda de Samba Pede Teresa.

Edição: Vivian Virissimo