Solidariedade

Brigada do MST presta solidariedade às vítimas das cheias em Pernambuco

Existem vários pontos de arrecadação nas cidades pernambucanas

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Chuvas elevaram o nível dos rios da Zona da Mata Sul do estado e deixaram mais de 50 mil desalojados / Vinícius Sobreira

Dezenas de militantes do Movimento dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais Sem Terra (MST) formaram a Brigada de Solidariedade Che Guevara, que há duas semanas tem realizando ações de urgência em solidariedade às famílias atingidas pelas enchentes em Pernambuco. As zonas mais prejudicadas pelas enchentes foram as do campo, da zona rural, em que muitos trabalhadores perderam as suas lavouras. Por isso, a Brigada está promovendo campanha de arrecadação de alimentos para todos os pontos do estado e tem prestado assistência à saúde, com técnicos da área, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, farmacêuticos, entre outros profissionais, para o processo de cuidado das famílias que estão precisando de ajuda nessas áreas. Além disso, a brigada também tem realizado diagnósticos da situação das áreas que foram atingidas para poder cobrar a atuação do poder público para recuperação e reestrutura das áreas rurais.

A atuação da Brigada está acontecendo, sobretudo, em dois municípios: Belém de Maria e Palmares, mais diretamente nas áreas rurais, fazendo trabalho de educação e promoção de saúde, além da distribuição de alimentos nessas duas áreas. O coletivo de saúde do MST está junto nessa articulação, participando e suportando as ações. As pessoas que se sentirem motivadas a se solidarizar com a ação, podem ajudar tanto na arrecadação de alimentos, como de material para curativos e medicamentos. Existem vários pontos de arrecadação nas cidades pernambucanas, como na Universidade de Pernambuco (UPE) no Recife, no Centro Acadêmico de Vitória (CAV) em Vitória de Santo Antão, entre outros.

Edição: Redação