Cortes

AMA City Jaraguá deixa de realizar atendimentos e revela desmonte de Doria na saúde

Responsável por casos de baixa complexidade, a unidade não tem feito o pronto atendimento este mês

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

Unidade Ama City Jaraguá / Léo Arcoverde/ Fiquem Sabendo

A gestão do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), está fazendo uma readequação na área da saúde, que resultou no fechamento de algumas unidades de atendimento básico da rede municipal como as AMAs (Assistência Médica Ambulatorial) e as UBSs (Unidades Básica de Saúde). 

Uma das unidades afetadas é a AMA/UBS City Jaraguá, na Zona Norte de São Paulo. A vereadora Juliana Cardoso do PT recebeu denúncia de que o posto não realiza pronto atendimentos desde o início do mês. “Essa reestruturação, que na verdade é um corte de orçamento, esse corte de orçamento vai bater diretamente nos serviços das pessoas que precisam de um pronto atendimento”.

Para a vereadora as mudanças propostas por Doria vão na contra mão da finalidade das AMAs, que foram criadas visando desafogar os pronto socorros no caso de atendimentos de menos urgência, como gripes por exemplo.“Nessa região, a gente só tem um hospital municipal, que já nesse meio, com o AMA, ele já não comporta né."

Em nota, a  Secretaria Municipal da Saúde confirma a falta de atendimento da unidade do AMA City Jaraguá e diz que “As alterações implementadas se deram de forma precipitada e foram desautorizadas. A pasta lamenta os transtornos causados e vai apurar as responsabilidades”.

Ainda de acordo com a nota, a unidade voltou a atender a população normalmente nesta sexta-feira. 

Edição: Camila Salmazio