Manifestação

Comunidades indígenas guarani ocupam Parque Estadual do Jaraguá

Protesto se deu em repúdio a portaria do governo Temer que anula reconhecimento de 532 hectares do Povo Guarani Mbyá

Ouça a matéria:

Ocupação pacífica da região ocorreu na madrugada da quarta-feira (13) / Reprodução/Facebook

Em entrevista, Davi Karai Popygua, liderança indígena da ocupação, fala sobre o motivo da mobilização. Uma portaria do Ministério da Justiça anulou o processo de demarcação que reconhece os 532 hectares do Povo Guarani Mbyá.

"Se não fossem os guaranis, nem existiria mais a Mata Atlântica. Porque ano a ano eles estão destruindo cada vez mais", disse Popygua. "Estamos vendo ano a ano a destruição da nossa natureza e estamos aqui pra proteger", completou.

(Foto: Kico Santos/Cinema de Rua)

Na página do Facebook da Comissão Guarani Yvyrupa - CGY, o povo divulgou a manifestação e escreveu:

O povo guarani ocupou pacificamente hoje a sede do Parque do Jaraguá para impedir que o Governo Alckmin o coloque à venda.

A pedido do Governo Alckmin, no último dia 21 de agosto, Temer mandou cancelar a demarcação da nossa Terra Indígena do Jaraguá, cujas matas se sobrepõem parcialmente ao Parque do Jaraguá.

Para eles, a demarcação de nossas terras tradicionais atrapalha seu objetivo de destruir as matas para fazer dinheiro.

Fazemos essa ocupação simbólica e pacífica para exigir do Governo Temer a revogação da Portaria 683, do Ministério da Justiça.

Do Governo Alckmin, exigimos o cancelamento do projeto de privatização dos Parques Estaduais, e a retirada das ações judiciais contra a demarcação da Terra Indígena Jaraguá.

Nós Guarani, somos o povo originário da Mata Atlântica. Sempre protegemos essas matas, essas matas foram uma dádiva dada pelas divindades para que nós cuidássemos dela.

Não deixaremos nenhum governo vender o que Nhanderu deixou para nós.

Pedimos a todos que apoiam a preservação da natureza e a nossa luta em defesa de nosso modo de vida: Venham imediatamente para cá nos ajudar a mostrar a todos que o Jaraguá é Guarani!

Edição: RBA