Mobilização

Em SP, ativistas, políticos e intelectuais debatem caminhos para sair da crise

"Jornada pela Democracia" acontece neste sábado (16) na capital paulista; entrada é gratuita

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça o áudio:

Em março deste ano, última edição da Jornada pela Democracia teve como tema a defesa da aposentadoria / Paulo Pinto/AGPT

Os desafios enfrentados pela economia brasileira, o sistema de Justiça e a defesa do fortalecimento da soberania do país serão alguns dos assuntos a serem debatidos na Jornada pela Democracia, evento que reúne diferentes segmentos para debater temas essenciais para o país, neste sábado (16), na capital paulista. Em sua quinta edição, a Jornada carrega o lema "Em defesa do Brasil" e busca discutir ações para o Brasil sair da crise e reestabelecer o Estado Democrático de Direito. A entrada é gratuita. 

Para construir o debate, estarão presentes representantes de diferentes movimentos, ativistas, intelectuais e figuras políticas. Entre os nomes confirmados, estão Celso Amorim, ex-ministro da Defesa e das Relações Exteriores; Raimundo Bonfim, da Frente Brasil Popular; Paulo Vannuchi, membro da Comissão Interamericana de Direitos Humanos; a advogada Marina Dias Werneck, do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD), a estudante Ana Júlia Ribeiro; Luiz de Jesus, coordenador da Frente Favela Brasil; e Paulo Teixeira, deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores e também organizador do evento.O formato do debate não segue os moldes tradicionais. Ao invés de cada palestrante falar por um determinado período de tempo, as mesas com quatro ou cinco pessoas que vão conversar de maneira livre, com um moderador mediando a discussão.

Com sua primeira edição realizada em abril de 2016, também em São Paulo, como contraponto às manifestações da direita realizadas na época, o evento busca, nesta edição, fazer uma releitura do quanto o Brasil avançou nos últimos anos até o momento de ruptura democrática consolidada com o golpe político-midiático de Michel Temer (PMDB) e o quanto ainda precisa avançar. 

"O futuro se constrói sem abusos, sem atos institucionais, sem manipulações, sem golpes e sem retrocessos", defende a organização em um trecho da descrição do evento no Facebook.

Serviço

Local: Galpão do Folias, que fica na Rua Ana Cintra, 213, próximo ao metrô Santa Cecília.

Programação das mesas:

14h00: Soberania Nacional em Risco

15h30: A Justiça em Xeque

17h00: Desafios da Economia: Como Sair da Crise? 

18h30: Caminhos na Política

Edição: Vanessa Martina Silva