São Paulo

O que os paulistanos estão pensando sobre a gestão Dória?

O Brasil de Fato foi às ruas para saber; Confira a videoreportagem

Brasil de Fato| São Paulo (SP)

,
A maioria dos entrevistados pontuou pontos negativos da gestão como o excesso de viagens e os encontros com a iniciativa privada / Marcelo Cruz

A reportagem do Brasil de Fato foi às ruas de São Paulo para saber o que os paulistanos estão achando da gestão do atual prefeito João Doria Jr. (PSDB). As entrevistas foram feitas na Praça da Sé e na Avenida Paulista, na região central da cidade, no dia 12 de setembro. 

Escolhidos de forma aleatória, a maioria dos entrevistados pontuou medidas negativas da gestão. Entre elas, o resultado do Programa Cidade Limpa, o abandono das ciclovias, a retirada do leite para as crianças nas escolas, além do transporte escolar gratuito.

Ponto central das críticas também foi o alto número de viagens do prefeito. “Ele é o prefeito turista”, afirma com indignação Geralda Marfisa.

A prefeitura, por meio da assessoria de imprensa, rebateu as críticas dos entrevistados. Com relação às agendas com a iniciativa privada, a prefeitura justificou que elas foram necessárias para a estruturação do programa Trabalho Novo, que visa conseguir emprego para os moradores em situação de rua.  A prefeitura ainda apresentou como resultado das reunião a doação de materiais para a prefeitura e citou casos como da Votorantin, que teria doado materiais de construção, e a Medtronik, que teria doado marca-passos.

Sobre os remédios, a prefeitura afirmou que houve  melhora em comparação à gestão anterior e que atualmente a cobertura de remédio é de 92%, considerada boa. Por fim, sobre a queixa de retirada do transporte escolar, a prefeitura se limitou a responder que não houve cortes no programa de Transporte Escolar Gratuito (TEG) da rede municipal.

Edição: Simone Freire