MOBILIDADE

Horário de funcionamento do Bicicletário público de Niterói gera questionamentos

Bicicletário Arariboia conta atualmente com 416 vagas

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,

Ouça a matéria:

Bicicletário Arariboia é alternativa para ciclistas da cidade / Foto: Leonardo Simplício / Prefeitura de Niterói

As cidades estão tendo que rever o seu planejamento urbano. O município de Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, possui um programa destinado ao incentivo do uso da bike como meio de transporte. Em março deste ano, após 3 anos de pressão dos cicloativistas da cidade, a Prefeitura inaugurou o Bicicletário Arariboia. Localizado ao lado da estação das barcas, o espaço, de uso gratuito, possui 416 vagas para bicicletas, bombas para calibrar pneus, tomadas para carregar bicicletas elétricas e banheiros. 

A iniciativa foi bem recebida pelos ciclistas de Niterói. No entanto, os adeptos das magrelas têm questionado o horário de funcionamento do Bicicletário. Marcelo Santos é operador de áudio e todos os dias pega a barca e pedala cerca de 10 quilômetros para chegar ao trabalho no Rio. Ele conta que ainda não utilizou o estacionamento gratuito de bikes da Praça Arariboia devido ao horário limitado de funcionamento. 

“Eles fecham às 23h e a maioria das vezes eu estou no Rio à noite e retorno na última barca, de meia noite. E quando eu chego em Niterói o Bicicletário está fechado. Eu acho que o horário de fechamento deveria ser meia hora depois da última barca sair do Rio,”afirmou o ciclista.  

Radioagência Brasil de Fato entrou em contato com a Prefeitura de Niterói para saber o que está sendo feito para resolver o problema. De acordo com o assessor do Programa Niterói de Bicicleta, Felipe Simões, a Prefeitura está realizando um estudo para saber a demanda de usuários após às onze da noite. O resultado da pesquisa estará disponível no final deste mês. 

“No momento encerramos uma pesquisa com todos os funcionários da barca. Fizemos até uma parceria com a Universidade Federal Fluminense para auditar a validade dessa pesquisa e queríamos saber exatamente isso, quantos usuários utilizariam o Bicicletário caso ele encerrasse as atividades à meia noite. E ao mesmo tempo, a gente pensa que o espaço está lotando atualmente, será que ele conseguiria comportar essa nova demanda?” destacou Simão.

O movimento cicloativista do município acredita que é necessário que a Prefeitura estenda o horário de funcionamento para desta forma ter um panorama real do número de usuários. Atualmente, o Bicicletário Arariboia conta com 3.500 ciclistas cadastrados e funciona de segunda à sexta-feira das seis da manhã às onze da noite e aos sábados das sete da manhã às seis da tarde. Domingos e feriados o estacionamento fica fechado.

Edição: Mariana Pitasse