SOBERANIA

Mobilizações em defesa das estatais e pela soberania acontecem em Salvador

Atividades aconteceram nesta terça (03) em locais simbólicos, como o primeiro poço de petróleo descoberto no Brasil

Brasil de Fato | Salvador (BA)

,
Militantes fazem ato no monumento que marca o primeiro poço de petróleo descoberto no Brasil / Jamile Araújo/ Brasil de Fato Bahia

Nesta terça-feira (3), Dia Nacional de Lutas em Defesa das Estatais e da Soberania do País, movimentos populares, sindicatos e frentes realizaram ações durante todo o dia em Salvador, na Bahia. O objetivo é defender a soberania nacional e a importância do Estado brasileiro na economia nacional, como forma de garantir o desenvolvimento econômico e social do povo. Além de denunciar a entrega do patrimônio público para as empresas estrangeiras. O dia é simbólico, já que nesta data, há 64 anos, foi fundada a Petrobras. 

No início da manhã, teve ato na Ediba - prédio administrativo da Petrobras-, localizado no bairro Itaigara. Logo após, o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindpetro Bahia), o Sindicato dos Professores das Instituições Federais de Ensino Superior da Bahia (APUB Sindicato), Sindicato das/os Trabalhadoras/es do Saneamento (Sindae) e o Levante Popular da Juventude realizaram uma aula pública e oficina de stencil em uma escola estadual da capital. 

Durante a tarde, a atividade aconteceu no bairro do Lobato, onde fica o monumento do primeiro poço de petróleo do Brasil, descoberto há 78 anos.  O ato foi construído pelo Grupo Tortura Nunca Mais, APUB Sindicato, Sindipetro Bahia, Levante Popular da Juventude, ABRASPET, Frente Brasil Popular e Plataforma Operária e Camponesa em Defesa da Energia.

Cristiane Petersen, diretora executiva do Sindpetro Bahia, da pasta de gênero, raça e juventude, fala da importância do momento: “Estamos aqui em defesa da soberania, em defesa do povo brasileiro, das questões que são ligadas ao nosso desenvolvimento, ao nosso crescimento e ao respeito como nação. É muito importante que a gente tome consciência que as nossas estatais são muito importantes pra o desenvolvimento do nosso país, para o respeito internacional e para melhor qualidade de vida do nosso povo”. 

Militante do Levante Popular da Juventude, Elen Rebeca destaca a importância do ato no bairro do Lobato e denuncia os cortes do governo golpista de Michel Temer (PMDB).

“Para nós é muito importante está aqui no bairro do Lobato. A gente precisa inclusive revitalizar esse lugar, porque é um marco histórico. Precisamos fazer desse lugar a iniciativa de ocupação dos espaços que foram abandonados nesse último período e a ocupação dos próximos espaços que precisam continuar sendo ocupados como educação e as universidades, que estão sofrendo diretamente com esses cortes no último período e que já teve corte anunciado em 2018. Pra nós é muito importante estar em ato como o de hoje e os outros que virão. Construir muita resistência e luta”, ressalta a militante. 

 

Edição: Jamile Araújo