Acordos

Às vésperas de votação no Congresso contra Temer, presidente se reúne com ruralistas

MP que autorizaria exploração agrícola e pecuária de áreas já demarcadas pelo Estado teria sido tema da conversa

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Temer em almoço com a bancada ruralista, em julho de 2016 / Beto Barata/PR

Em meio a mais uma possível votação no Congresso contra Michel Temer (PMDB) pelas denúncias de obstrução de justiça e organização criminosa, o presidente golpista voltou a negociar com representantes da bancada ruralista. A iniciativa foi confirmada pelos deputados Valdir Colatto (PMDB) e Luiz Carlos Heinze (PP), em entrevista ao jornal Estadão

Dessa vez, Temer se comprometeu a apresentar uma Medida Provisória que autorize a exploração agrícola e pecuária dentro das terras indígenas. Hoje essa prática é proibida pela Constituição Federal, uma vez que é garantido aos povos indígenas o uso exclusivo das riquezas de suas terras.

Temer se reuniu com os deputados na tarde desta terça-feira (3), no Palácio do Planalto. De acordo com os parlamentares, que compõem a bancada ruralista na Câmara, o peemedebista disse que apresentará uma versão do texto da medida já na próxima segunda.

Em nota após a publicação das informações, o governo negou que Michel Temer tenha prometido algo a respeito, mas confirma a reunião com os deputados e o assunto tratado.

Essa não é a primeira vez que o presidente golpista negocia com a bancada ruralista para assegurar votos. No início de agosto, às vésperas da votação contra ele por corrupção passiva na Câmara dos Deputados, Temer liberou uma MP que alivia as dívidas previdenciárias dos ruralistas, avaliadas de R$ 8 bilhões a R$ 10 bilhões em tributos atrasados para os cofres públicos.

 

Edição: Simone Freire