Saúde

Com substância semelhante a ocitocina, tâmara pode facilitar trabalho de parto

De acordo com estudo, mulheres que consumiram a fruta nos últimos meses de gestação tiveram dilatação facilitada

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

Além dos benefícios para o parto, a fruta é rica em carboidratos, fibras e pode ser uma alternativa ao consumo de açúcar / Fotos Públicas

Estudos realizados pela Universidade de Ciência e Tecnologia da Jordânia, no Oriente Médio, mostram que o fruto da tamareira pode ser um aliado da gestante no momento do parto. De acordo com as pesquisas, mulheres que consumiram uma média de seis tâmaras por dia, nas últimas quatro semanas de gravidez, tiveram mais facilidade no trabalho de parto. 

A nutricionista Thábata Andrade conta que a ideia de consumir tâmaras na última fase da gestação vem de uma crendice popular e está registrada em uma passagem do Alcorão, o livro sagrado do Islã, usado pelos muçulmanos. 

“É como se fosse uma crendice popular na Ásia. E essa história da tâmara vem do Alcorão, que tem a passagem que fala que durante o parto deve-se comer tâmaras que vai ajudar”, comenta.

Thábata explica que a fruta típica da região norte da África tem substâncias semelhantes à ocitocina, hormônio produzido pelo corpo humano responsável por promover contrações uterinas, estimular a produção de leite materno e propiciar a sensação de prazer do orgasmo. 

“Isso poderia diminuir a primeira fase do parto, que é até chegar aos três centímetros de dilatação. O estudo mais recente traz também que diminui a necessidade do uso de ocitocina durante o parto", diz. 

O estudo foi realizado apenas com mulheres saudáveis, que não possuíam diabetes ou outros tipos de doenças durante a gestação. O consumo da tâmara não tem contraindicação, mas Thábata alerta que ainda não há recomendações do Ministério da Saúde para as gestantes.

No Brasil costuma-se consumir a fruta na sua versão desidratada, que possui os mesmos nutrientes da fruta in natura, segundo a nutricionista. Rica em carboidratos, fibras e proteínas, a Tâmara  também pode ajudar a reduzir o consumo do açúcar branco. 

Para isso, Thabata ensina a preparar uma calda com três ingredientes: tâmara, água e limão. 

“Para fazer a calda você vai precisar de uma xícara que seriam, mais ou menos, 10 unidades de tâmaras secas; uma xícara e meia de água e uma colher de chá de suco de limão. Daí, retirar as sementes das tâmaras e deixar de molho em uma xícara e meia de água por duas horas. Depois você transfere essa mistura para o liquidificador. Acrescentar o limão e bater para ficar uma calda grossa”, finaliza.

Em uma receita de bolo, por exemplo, substitua a mesma quantidade de açúcar pela calda. 

 

Edição: Anelize Moreira