Democracia

Ex-guerrilheiro das Farc será candidato à Presidência da Colômbia

Rodrigo Londoño Echeverri, conhecido como Timochenko, disputará eleições em 2018 por partido também de nome Farc

Brasil de Fato | Brasília (DF)

,
Londoño (ao centro), conhecido como “Timochenko”, durante as negociações de paz ocorridas em Cuba durante 2016 / Yenny Muñoa/CubaMINREX/Fotos Públicas

O partido Força Alternativa Revolucionária do Comum (Farc), partido eleitoral criado pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia no processo de paz, terá candidatura própria nas eleições presidenciais de 2018. O candidato será Rodrigo Londoño Echeverri, principal líder da guerrilha, conforme anúncio público realizado nessa quarta-feira (1).

A candidatura de Londoño, conhecido como "Timochenko", foi anunciada em Bogotá, capital colombiana, por Iván Márquez, segundo posto no comando da antiga guerrilha. Márquez afirmou que a agremiação estará "totalmente na disputa política de 2018, com candidatos próprios para a Presidência e para o Congresso da República".

A economista Imelda Daza, integrante do movimento Vozes da Paz, que tem ligações com a ex-guerrilha, será a candidata a vice-presidenta na chapa.

Timochenko se encontra em Cuba, onde passa por um tratamento para se recuperar de um acidente vascular cerebral.

A eleição presidencial ocorrerá em maio de 2018. 

Legislativo

O partido Farc também lançará candidatos ao Senado e à Câmara que, caso eleitos, se somarão às dez cadeiras fixas que a legenda terá nos próximos oito anos, como determinaram as negociações do processo de paz. As eleições legislativas devem ocorrer em março de 2018.

"Damos passagem à luta política legal num contexto em que as grandes maiorias do país esperam virar definitivamente a página da guerra, com os acordos de paz", disse também Márquez, que colocou a necessidade de que os termos do compromisso firmado entre o governo colombiano e a guerrilha sejam respeitados para que o processo se consolide.

*Com informações do Deutsche Welle.

Edição: Vivian Neves Fernandes