América Central

Sandinistas conquistam 148 de 153 prefeituras em eleições regionais na Nicarágua

Observadores internacionais da OEA disseram que processo ocorreu com tranquilidade; FSLN conquistou cidades importantes

Eleitores foram às urnas neste domingo na Nicarágua / FSLN

A Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN) conquistou ampla vitória neste domingo (05) nas eleições municipais realizadas na Nicarágua. O partido de Daniel Ortega ganhou em ao menos 148 das 153 prefeituras do país.

Entre as regiões vencidas pela FSLN, está a capital Manágua. Reyna Rueda ganhou com pouco mais de 87% dos votos, segundo o último boletim oficial – que apontava a apuração de 66,8% das urnas.

Alfredo Guitérrez, do Partido Liberal Constitucionalista (PLC), obteve o segundo lugar, com 5,58%. Em terceiro, ficou o deputado Alfredo César, do Partido Conservador (PC), com 3,47%.

Entre as prefeituras vencidas pelo FSLN, estão Manágua, Granada e Leon, as três principais cidades do país; Matagalpa, Chinandega, Jinotepe, Boaco, Juigalpa, Estelí, Jinotega, Masaya e Somoto.

Nestas eleições, foram escolhidos 153 prefeitos e vice-prefeitos, além de 6.088 membros dos parlamentos municipais.

Observadores internacionais

O pleito foi acompanhado por 60 observadores internacionais, pertencentes a uma missão da Organização de Estados Americanos (OEA). No domingo, durante a votação, o chefe da missão da OEA, Wilfredo Penco, disse que o pleito estava correndo com tranquilidade.

“As juntas receptoras de votos foram abertas em sua totalidade, nas mesas observadas por nossos observadores a jornada começou com tranquilidade e se desenvolve com tranquilidade”, disse, em Manágua. No fim do dia, Penco afirmou que o órgão iria analisar eventuais denúncias de fraude, mas ressaltou, novamente, que o processo ocorreu sem maiores problemas.

(*) Com teleSUR

Edição: Opera Mundi