RAP

O que tu indica? | Projeto Arrete

O projeto Arrete desconstrói a imagem de que a cultura do Hip Hop não pode ser protagonizada por mulheres

Brasil de Fato | Recife (PE)

,

Ouça a matéria:

O grupo lançou este ano seu primeiro disco: Sempre com a Frota / Divulgação

Um grupo pernambucano de rap com integrantes de Recife e Jaboatão dos Guararapes. Com letras como “mesmo que seja inconsciente, lute e siga em frente! Completamente, fortemente, simplesmente resistente”. Qual a primeira imagem que vem a sua cabeça? Artistas homens expressando em ritmo e poesia o cotidiano a que pertencem? Neste caso, você está enganado.

O projeto Arrete desconstrói a imagem de que a cultura do Hip Hop não pode ser protagonizada por mulheres. Criado em 2012 pelas Mcs Ya Juste, Nina Rodrigues e Weedja Lins, o grupo lançou este ano seu primeiro disco: Sempre com a Frota. O álbum concretiza uma trajetória de luta por espaço, mostrando que artistas mulheres podem sim assumir a linha de frente do Rap e de todos os processos criativos, como composições, identidade visual e produção de seus videoclipes. O Arrete ainda conta com as dancers Duda Serafim e Ayara Martins.

Estilo musical importante por suas denúncias sociais, o Rap é um dos pilares do Hip Hop, gênero que surgiu nas comunidades latinas, jamaicanas e afro-americanas de Nova Iorque nos anos 70. À esta tradição, que desde os anos 1990 e do Manguebeat tem marcado principalmente as periferias de Pernambuco, o Arrete agrega sonoridades regionais, como a embolada e até mesmo o brega. Linguajar local e sotaque também são importantes para a identidade das garotas, o que fica claro logo no nome do grupo.

Artistas arretadas que mandam o recado em letras sobre a luta da mulher nordestina, fortalecendo um movimento de representatividade que conta com outros nomes no estado, como Donas e Poder Feminino Crew. Movimento que também é sentido no cenário nacional, com artistas como Karol Conká, Flora Matos e Linn da Quebrada.

Para conferir flows e beats do Arrete, corre para escutar Sempre com a Frota! O disco está disponível nas plataformas digitais. No Youtube, você confere pelo canal das garotas no link: https://goo.gl/YisZVU

*Nathália D’Emery é radialista da Rádio Universitária FM.

Edição: Catarina de Angola