Rádio

Na íntegra: ouça a edição de PE, SP, MG e RJ do Programa Brasil de Fato

As edições destacaram a reforma trabalhista que entra em vigor neste sábado (11)

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Os programas vão ao ar todos os sábados, com reprise aos domingos / Gabi Lucena/Brasil de Fato

A edições do Programa Brasil de Fato em rádios de PE, MG, RJ, SP e na cidade de Sorocaba foram ao ar neste sábado (11). A reforma trabalhista, que entra em vigor neste sábado (11) foi o tema de destaque.

Em São Paulo, a reportagem mostrou como as medidas do presidente golpista Michel Temer podem mudar a vida do trabalhador brasileiro. A edição trouxe também matéria sobre a ameaça de despejo de duas mil famílias no Pará, por conta de uma decisão judicial que beneficia empresários da região. No quadro Mosaico Cultural, recordamos os 120 anos do massacre de Canudos, importante resistência do povo na Bahia. Você sabia que as folhas da amoreira podem ser aliadas das mulheres que passam pela menopausa? Conferimos os benefícios da amora no quadro Alimento é Saúde. Nesta edição você ouve os sambas de Baden Powell, Vinicius de Moraes e Cartola, em homenagem aos 101 anos da gravação do primeiro samba brasileiro, "Pelo Telefone”, de Ernesto Joaquim Maria dos Santos.  

Em Pernambuco, o tema da reforma trabalhista esteve presente em entrevista com a vice-presidenta da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Carmem Foro. Ela falou sobre o mito da geração de emprego por conta das novas medidas. Teve também a cobertura das mobilizações em todo o país contra as mudanças nas regras trabalhistas. O jornalismo trouxe um panorama sobre a Operação Tormentas, da Polícia Federal, que investiga o governo de Pernambuco. Nesta edição você confere uma adaptação para áudio da charge sobre delações premiadas da nossa colunista Laerte.

No Rio de Janeiro, o programa começou com entrevista: o cantor Pedro Logän falou sobre sua música, que reúne a espiritualidade e a cultura afro-brasileira. A edição desta semana também deu continuidade ao tema da saúde pública no Estado. A reportagem mostrou a falta de medicamentos e o sucateamento dos serviços estaduais. No quadro Conexão Campo Cidade tem o Encontro Estadual de Agroecologia, que foi realizado no quilombo do Campinho, na cidade de Parati. Ainda nesta perspectiva, falamos sobre alimentação saudável com reportagem que mostra a atuação do Movimento dos Pequenos Agricultores, que tem levado alimentos sem veneno para a mesa dos brasileiros.

Na capital paulista, a sintonia é a Rádio 9 de Julho (1600 AM), às 12h20, com reprise aos domingos às 7h. Em Sorocaba, você sintoniza a Super FM (87,5 FM), às 12h do sábado, com reprise no mesmo horário no domingo. Os pernambucanos ouvem o programa na Rádio Clube (720 AM ), aos sábados, às 7h, com reprise aos domingos, no mesmo horário. Na Rádio Autêntica (106,7 FM), em Belo Horizonte, a edição é veiculada a partir das 11h de sábado, com reprise no domingo às 7h. No Rio de Janeiro, a sintonia é na Rádio Fluminense (540 AM), aos sábados, a partir das 09h, com reprise aos domingos, no mesmo horário. Os programas também estão disponíveis na Radioagência Brasil de Fato.

Já na edição mineira, o programa trouxe matéria sobre o trabalho escravo com dados que apontam Minas Gerais como o estado com maior números de casos e pessoas em situação análoga a escravidão. Belo Horizonte é a cidade que mais tem registros no país, com 42 casos. A reportagem também mostrou como foi a ocupação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG), que durou três dias, pela instalação de energia elétrica nos assentamentos da região. Eles já esperam há cerca de 15 anos. Os cortes do Minha Casa Minha Vida levaram movimentos populares às ruas em ato nacional por moradia. Pegando o gancho das manifestações, teve também uma ocupação chamada “Juntos Venceremos”, na Câmara Municipal, que exigiu uma audiência pública com os vereadores para resolver a situação das 230 famílias acampadas em uma área abandonada da cidade. No quadro Bafafá desta semana, o assunto é relacionamento abusivo, com a análises sobre o caso de violência doméstica e estupro da personagem Clara, da novela Outro Lado do Paraíso, exibida pela Rede Globo. Já no quadro Cabulosas da História, a homenageada da semana foi a fundadora do MST no sul do Brasil, Roseli Nunes. 



Ouças as edições na íntegra: 

 

São Paulo: 

Sorocaba:

Pernambuco:

Rio de Janeiro:

Minas Gerais: 

Edição: Camila Salmazio