Radioagência

Programas Brasil de Fato MG, PR, RJ, PE e SP da semana destacam resistência negra

Edições foram ao ar neste sábado; conteúdos são reprisados aos domingos

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Edições vão ao ar no sábado, com reprise aos domingos / Gabi Lucena | BdF

O dia da Consciência Negra é o destaque dos programas Brasil de Fato em rádios de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco e São Paulo. A data recorda a morte de Zumbi dos Palmares, líder do conjunto de quilombos em Alagoas, que foi capturado e decapitado em 1695. 

Em São Paulo, a edição deste sábado tem como destaque a matéria especial da repórter Juliana Gonçalves que aborda as formas de resistência negra por meio da cultura e da educação. No quadro Fala Aí, o diretor de documentação do Departamento Intersindical da Assessoria Parlamentar (DIAP), Antônio Augusto de Queiroz, responde para a ouvinte sobre em que pé que está a reforma da Previdência. No quadro Mosaico Cultural, a homenageada é a maranhense Maria Firmina dos Reis, primeira romancista negra brasileira. A reportagem também traz o conflito por água em Correntina, oeste da Bahia, onde populações tradicionais denunciam a captação por empresas transnacionais para a produção de soja e milho, o que prejudica o abastecimento dos moradores da região. O assunto do quadro Momento Agroecológico é o prêmio Juliana Santilli de Agrobiodiversidade conquistado pelas famílias acampadas no litoral norte do Paraná, por ter recuperado biodiversidade da região ao chegar nas terras em 2003. 

O programa do Rio de Janeiro tem como destaque a prisão de figuras importantes da cúpula do PMDB fluminense, como o presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani. Ele e outros dois parlamentares do mesmo partido são acusados de recebimento de propina para favorecer interesses dos empresários de ônibus. O programa traz as repercussões do caso em entrevistas com parlamentares de oposição e movimentos sociais. Tem reportagem sobre a queda de mais R$ 0,20 centavos no preço das tarifas de ônibus no município do Rio, em uma ação que se relaciona com as acusações de corrupção. No quadro Repórter SUS, o assunto é a resistência de médicos, enfermeiros, psicólogos, agentes comunitários de saúde, entre outras categorias, que tem denunciado graves problemas de atendimento à população nos serviços de saúde administrados pelas organizações sociais. Na cultura, tem entrevista com o grupo de samba Moça Prosa, que todas as semanas realiza rodas no Rio destacando o protagonismo das mulheres.  No futebol, tem reportagem sobre a polêmica eleição para a diretoria do Vasco da Gama. 

Em Pernambuco, o Dia da Consciência Negra é abordado através de reportagem sobre o resgate da história de Dandara, companheira de Zumbi dos Palmares e a situação de Rafael Braga, ex-catador de material reciclável, preso durante as manifestações de junho de 2013. Tem também apresentação do evento cultural "Terça Negra Especial #PátioVive", que será realizado na próxima terça (21). Em entrevista, a jornalista e colaboradora do Brasil de Fato Pernambuco, Mariana Reis, fala sobre o livro-reportagem "Dia de Negro". O ouvinte também confere os comentários do colunista Aristóteles Cardona, Médico da Família no Sertão pernambucano, sobre o Novembro Azul, que é a campanha de conscientização sobre o câncer de próstata. No quadro Mandou mal, tem a decisão da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que liberou o agroquímico Benzoato e Emamectina, Já no Mandou bem, a União Européia avança contra o agroquímico Glifosato. Nos esportes, comentário sobre denúncias contra a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o monopólio da mídia. E ainda tem Boletim sobre o ato em Fortaleza (CE), que marcou a atuação política da Consulta Popular na semana passada. Confira também o quinto capítulo da radionovela Rosa Luxemburgo. 

Em Minas Gerais, o programa fala sobre a situação dos quilombos no Brasil e o que a data representa. A reportagem também fala sobre o massacre de Felisburgo, que há treze anos vitimou famílias Sem Terra que foram atacadas pelo fazendeiro Adriano Chafik Luedy. Condenado a 115 anos de prisão, ele é considerado foragido desde maio deste ano.  A edição mineira traz ainda a inauguração de mais uma loja do MST, o Armazém do Campo, no próximo sábado (25). 

Na capital paulista, a sintonia é a Rádio 9 de Julho (1600 AM), às 12h20, com reprise aos domingos às 7h. Os pernambucanos ouvem o programa na Rádio Clube (720 AM) aos sábados às 7h, com reprise aos domingos no mesmo horário. Na Rádio Autêntica (106,7 FM), em Belo Horizonte, a edição é veiculada a partir das 11h de sábado, com reprise no domingo às 7h. No Rio de Janeiro, a sintonia é na Rádio Fluminense (540 AM) ao sábados às 9h, com reprise aos domingos no mesmo horário. Os programas também estão disponíveis na Radioagência Brasil de Fato.

Confira os programas de 18 de novembro:

São Paulo

Sorocaba

Rio de Janeiro

Pernambuco

Minas Gerais

Paraná

Edição: Vanessa Martina Silva