Futebol Carioca

Papo Esportivo | Acabou o amor no Botafogo?

Ou o sentimento volta (dentro e fora de campo) ou a vaga na Libertadores irá para o vinagre de verdade

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,

Ouça a matéria:

A torcida do Botafogo perdeu a paciência com o time. Mas será que é pra tanto? / Vítor Silva / SSPress / Botafogo

Amigos, o Botafogo viveu um ano de 2017 surpreendente. Sem exageros. De candidato a eliminado na chamada Pré-Libertadores, o Glorioso superou alguns gigantes do futebol sul-americano e só foi ser eliminado pelo Grêmio nas quartas de final no detalhe. E o time ainda briga por uma vaga na Libertadores de 2018 e tem todas as condições de alcançar esse objetivo. Motivos de sobra para a torcida alvinegra estar orgulhosa, não é verdade? Bom… Não é bem assim…

A grande verdade é que a paciência parece ter chegado ao fim com os resultados ruins no Brasileirão. Dos últimos quinze pontos disputados, o Botafogo conquistou apenas seis. Além disso, o técnico Jair Ventura vem sendo bastante criticado por algumas escolhas que faz no time titular e alguns jogadores já não possuem a mesma moral com a torcida. Muitos temem que a vaga na Libertadores da América vá para o vinagre. A bronca é grande e o apoio já não é mais o mesmo.

Mas será que é pra tanto? Será que esse time não merece um voto de confiança?

Acho que nem preciso relembrar os jogos contra Olimpia e Colo-Colo pela chamada Pré-Libertadores. A torcida lotou o Estádio Nilton Santos e teve um papel fundamental na classificação para a fase de grupos contra todos os prognósticos. Não estou dizendo que ela deixou de cumprir seu papel, mas não é nos momentos difíceis que ela sempre apareceu e empurrou a equipe?

Acabei me lembrando da bela “You’ve lost that lovin’ feeling”, música gravada com perfeição pelos The Righteous Brothers nos anos 1960. A canção fala da perda do sentimento numa relação com o passar do tempo. Trazendo o tema para o futebol, difícil não perceber que tal problema pode acontecer com o Botafogo nessa reta final de temporada. Ou o sentimento volta (dentro e fora de campo) ou a vaga na Libertadores irá para o vinagre de verdade.

FLUMINENSE

O alívio com a permanência na Primeira Divisão veio, mas será que o Fluminense tem realmente algo pra comemorar? Dívidas, finanças em frangalhos e um time que ficou devendo. Muita coisa tem que ser repensada para 2018.

VASCO DA GAMA

Diante de tudo que aconteceu no clube em 2017, o torcedor do Vasco tem mais é que dormir tranquilo. Zé Ricardo conseguiu acertar o time na medida do possível apesar dos últimos resultados. A tendência é um 2018 sem muitos sustos.

FLAMENGO

O Flamengo até pode ser campeão da Copa Sul-Americana. Mas a diretoria precisa rever o preço dos ingressos. Cento e cinquenta reais no fim de mês é brincadeira…

Grande abraço e até a próxima!

Edição: Vivian Virissimo